No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Santos encerra 2016 como time que mais venceu e menos perdeu


Mesmo com o título do Campeonato Brasileiro ficando com o rival Palmeiras, o Santos pode ir para as festas de final de ano com a sensação de dever cumprido. Apesar do pouco investimento, se comparado com o time alviverde, os santistas fizeram bonito na temporada, conquistando o Paulista e terminando o Brasileirão com o vice garantido, após a vitória por 1 a 0 sobre o América-MG, neste domingo, na Vila Belmiro.

No torneio nacional, o alvinegro fez sua melhor campanha na história do torneio disputado por pontos corridos, confirmou o vice-campeonato após o triunfo sobre o Coelho e ainda garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2017, coisa que não acontecia há quatro anos. Além disso, o clube ostenta do fator de ter sido o melhor time do Brasil no ano.

É isso mesmo. Apesar de conquistado apenas o Paulistão, o Santos é o time que mais venceu e que menos foi derrotado em 2016, entre os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro. Ao todo, o Peixe disputou 66 partidas, conquistando 38 vitórias, 15 empates e sofrendo apenas 13 derrotas. O aproveitamento santista foi de 65%, três por cento a mais que o segundo colocado.

"Eu acho que foi uma temporada muito favorável ao Santos. A conquista do Campeonato Paulista, a recuperação do elenco, vários jogadores nas seleções. Falava-se até em rebaixamento em julho do ano passado. Acho que foi sim uma campanha muito boa. Tivemos muitos problemas ao longo da temporada que outras equipes não tiveram, com a saída de jogadores. O torcedor vê uma representatividade em sua equipe bem diferente do que há um tempo atrás", afirmou o técnico Dorival Júnior.

Mesmo avaliando que teve uma boa temporada em 2016, o Santos pretende alcançar voos mais alto no próximo ano. E para isso, a equipe se reapresenta no dia 11 de janeiro para o inicio da preparação para as disputas do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores da América. ESPN

Nenhum comentário: