No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 30 de outubro de 2016

Sem Lucas Lima, Santos tenta recuperar o "único maestro"


O técnico Dorival Júnior não esconde a ansiedade de contar com a volta do meia Vitor Bueno, artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, com dez gols. Após duas tentativas frustradas em relação ao retorno do meia, o treinador aposta tudo em mais uma semana livre de trabalho para recuperar o atleta de uma lesão muscular de grau 2 na coxa esquerda.

Além de considerar Vitor Bueno como um grande reforço para brigar pelo título brasileiro, a necessidade aumentou ainda mais com a suspensão de Lucas Lima, que recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico contra o Palmeiras e não enfrenta a Ponte Preta neste sábado, às 21h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Sem Lucas Lima, o técnico santista tem jogadores no elenco que façam a função de "maestro" em campo. Vitor Bueno seria a sua única salvação. Jean Mota, que atuou no lugar de Bueno no clássico, mais uma vez teve atuação apagada em campo.

Além disso, Dorival não aprovou a segunda opção para o setor – o meia Vecchio, que foi cortado das viagens para Porto Alegre e Chapecó na semana passada e, inclusive, reclamou nas redes sociais. Contra o Palmeiras, ele foi relacionado, mas não jogou.

Vitor Bueno sofreu uma lesão muscular de grau 2 na coxa esquerda no duelo contra o Sport, no dia 23 de setembro, pela 27ª rodada da competição. Dorival apostou no retorno do jogador no duelo contra o Grêmio, na 32ª rodada, mas o meia voltou a sentir a lesão. Por conta disso, Bueno desfalcou o time contra Internacional, Chapecoense e Palmeiras.

"Não sei sobre o Vitor Bueno. Fez um trabalho tentando condições de chegar ao banco de reservas, não conseguiu, gostaria que ele estivesse já em condições, é fundamental para gente, um dos artilheiros. Período parado naturalmente gera desconforto para nós e para ele. Mas espero que o tenhamos já já em condições", afirmou Dorival.

Vitor Bueno é o artilheiro do Santos no Campeonato Brasileiro, com dez gols, mas a lesão o prejudicou na briga pela artilharia da competição. O camisa 18 é o quarto colocado entre os artilheiros do Brasileirão. Ele está atrás de Fred, com 13 gols, Robinho, com 12, na vice-artilharia, e Sassá, Diego Souza, Willian Pottker, Gabriel Jesus, todos com onze gols, na terceira colocação. Uol

Nenhum comentário: