No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 23 de outubro de 2016

Santos aproveita lambança da Chapecoense, vence e segue na cola do G-3


O Santos continua perto de seu principal objetivo no Campeonato Brasileiro: o G-3. Na noite deste domingo, o time da Vila Belmiro foi à Arena Condá e contou com uma lambança da Chapecoense logo nos primeiros minutos de jogo para vencer os anfitriões por 1 a 0 e assim seguir na cola do grupo que dá vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores 2017.

O resultado mantém o Santos a apenas um ponto do terceiro colocado Atlético-MG, que também fez a sua parte neste domingo e chegou aos 59 pontos. A Chapecoense, por sua vez, estaciona nos 42 pontos e praticamente dá adeus ao sonho de ir à Libertadores.

O Santos tem agora pela frente o rival Palmeiras, em clássico que acontece no próximo sábado, na Vila Belmiro, às 19h30 (de Brasília). Já a Chapecoense, antes de entrar em campo pelo Brasileiro, volta suas atenções para a Sul-Americana, campeonato pelo qual enfrenta o Junior de Barranquilla em Chapecó, no jogo de volta das quartas de final, às 21h45.

Quem foi bem: Vanderlei

Extremamente seguro embaixo da trave e nas saídas do gol, o goleiro Vanderlei foi um dos principais responsáveis pela vitória do Santos. Fez pelo menos três grandes defesas e conseguiu segurar o ataque da Chapecoense, que criou chances durante quase todo jogo.

Quem foi mal: Thiago Maia

Produziu pouco no ataque e não foi tão bem na defesa. Errou muitos passes e teve mais uma atuação abaixo do esperado, assim como vem ocorrendo com frequência desde as Olimpíadas.

Pressão no ataque dá certo, e Chape entrega



Pedido frequente do técnico Dorival Júnior, a pressão no campo de ataque funcionou e deu ao Santos o primeiro gol da partida logo aos 3min de jogo. Ricardo Oliveira apertou, Neto recuou mal para Danilo e o goleiro adiantou demais a bola no drible. Jean Mota fez o desarme e tocou para Copete, que só pisou para Lucas Lima, de fora da área, encobrir a zaga da Chapecoense.

Santos faz gol, recua e chama Chapecoense

O gol logo no começo da partida deixou o Santos acomodado na partida. Em vantagem no placar, o time recuou e chamou a Chapecoense para o seu campo. Tanto é que a única finalização do time em toda etapa inicial foi justamente o chute de Lucas Lima no primeiro gol da partida, aos 3min. Depois, só a equipe catarinense que criou. A pressão foi até o apito final, mas faltou pontaria.

Caio Júnior reclama e leva chamada do juiz

Algumas marcações do árbitro Nilson Nogueira Dias tiraram Caio Júnior do sério na etapa inicial. Mas quem ficou bravo mesmo foi o juiz, que não contente com as reclamações deu uma 'senhora chamada' no técnico da Chapecoense.

Pendurados passam ilesos e vão para o clássico

Uma das preocupações do Santos no jogo deste domingo era evitar que os (diversos) jogadores pendurados com dois amarelos levassem o terceiro e virassem desfalque para o clássico contra o Palmeiras. Mas Lucas Lima, David Braz, Copete, Jean Mota e Renato não receberam cartão do árbitro e assim estão confirmados para o dérbi na Vila Belmiro. Uol

Nenhum comentário: