No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Pelé lamenta morte de 'irmão' Carlos Alberto Torres: 'Formamos uma parceria vencedora'



Pelé e Carlos Alberto Torres foram companheiros de equipe durante muitos anos, tanto no Santos quanto na seleção brasileira e no New York Cosmos, dos Estados Unidos. Nesta terça-feira, o lateral faleceu aos 72 anos, deixando o ex-colega de equipe profundamente entristecido.

"Fico triste com a morte do meu amigo irmão Carlos Alberto, nosso querido 'Capita', lembrando dos tempos que estivemos juntos no Santos, na seleção brasileira e no Cosmos, formando uma parceria vencedora. Fomos campeões no Santos, na seleção e no Cosmos", lembrou o "Rei"

"Infelizmente a gente tem que entender isso e que a vida continua. Para a sua família mando minhas condolências", encerrou o maior jogador de todos os tempos.

Carlos Alberto Torres faleceu nesta terça, vítima de um infarto fulminante no Rio de Janeiro. O ex-lateral direito trabalhava como comentarista do canal Sportv, onde fez sua última aparição na TV no domingo.



Nascido em 17 de julho de 1944, no Rio de Janeiro, Carlos Alberto Torres atuou por Fluminense, Botafogo, Santos, Flamengo e Cosmos.

O lateral era o capitão da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970, que encantou o mundo com Pelé, Tostão, Rivellino e cia, conquistando o tricampeonato, no México, ao vencer a Itália por 4 a 1 na grande final.

Como jogador, Carlos Alberto conquistou três títulos Cariocas pelo Fluminense, dois Brasileiros, um Rio-São Paulo e cinco Paulistas pelo Santos.

Como técnico, ele ganhou o Brasileiro de 1983 pelo Flamengo, o Carioca de 1984 pelo Fluminense e a Copa Conmebol de 1993 no comando do Botafogo. ESPN

Nenhum comentário: