No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Brunoro defende novo estádio para o Santos e partidas em SP


Dirigente elaborou planejamento estratégico para o Peixe aumentar receitas

Um novo estádio é fundamental para gerar receitas ao Santos, mas nem por isso o time deve abrir mão de jogar em São Paulo. Este foi um dos pontos defendidos pelo executivo José Carlos Brunoro na terça-feira, durante a apresentação do planejamento estratégico no Conselho Deliberativo do clube. 

Apesar de reconhecer o valor histórico da Vila Belmiro, que deve ser explorada como atração, Brunoro acredita que o time só tem a ganhar com a nova arena, aumentando a arrecadação com a venda de ingressos e produtos. 

“O ticket médio na Vila, o que o torcedor gasta, é de R$ 31,00. Sabe quanto o cara gasta para estacionar o carro lá fora? R$ 30,00. Dentro do estádio, o torcedor não gasta. Mesmo estando em duas finais no ano passado, o ticket médio do Santos foi menor que o do Botafogo, que estava na segunda divisão (do Brasileiro)”. 

Brunoro também chamou a atenção para a baixa frequência de público na Vila Belmiro, de pouco mais de 6 mil torcedores por jogo, no ano passado, segundo levantamento de sua empresa, a Brunoro Sports & Marketing. 

“Quantas vezes o Santos põe 11 mil pessoas na Vila? O Palmeiras arrecadou, desde que abriu o Allianz Parque, mais de R$ 150 milhões com bilheteria”, comparou. 

Segundo o executivo, estudos apontam que durante oito anos as modernas arenas atraem novos torcedores para conhecer a praça. Boa parte destes visitantes, segundo ele, tende a gastar não apenas com ingressos, mas também com produtos do clube. 

Neste aspecto, Brunoro disse que o Santos deve mirar em dois exemplos: Allianz Parque e Arena da Baixada, do Atlético-PR, que, segundo ele, são os únicos do País com conceitos de arena.

Subindo a serra 

Mesmo dizendo não conhecer detalhes do projeto de construção de uma arena na Cidade, Brunoro o defendeu. Assim como considerou importante o Alvinegro continuar mandando jogos na Capital, para atender a torcida de São Paulo e do ABC. 

Sobre o assunto, o presidente Modesto Roma Júnior disse, na reunião do Conselho, que tem conversado com o prefeito eleito de São Paulo, João Dória Júnior, para que o clube utilize o Pacaembu com mais frequência em 2017. A Tribuna On Line

Um comentário:

Robson B. Oliveira disse...

É brincadeira? A torcida do santos não ir ao estádio,é o meu sonho ir a vila!conhecer o estádio onde vários craques e clubes do mundo jogaram,aqui no interior é difícil ir aí,chega a brilhar os olhos quando vejo vídeos e fotos do clube,se Deus me abençoar um dia irei realizar meu sonho.