No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Alguém no Santos perdeu o juízo?

certo é arriscado e corajoso. O Dorival tentou assim mesmo, transformando o Santos de 2016 num time de posse de bola, de controle de jogo. Posse e controle que, muitas vezes, viram letargia e uma quase preguiça, mas o conceito mudou e é executado de forma bem ok.

Ivan Storti/ Santos FC
Deixem o cara trabalhar em 2017 também

Mas, nas duas passagens, não dá nem para cogitar em dizer que o trabalho do Dorival é horrível. Campeonatos Paulistas, Copa do Brasil, um monte de moleques subindo e sendo aproveitados - e não deixados de lado para que o Felipe Azevedo seja escalado, viu Vanderlei?. 

A gente tem as nossas críticas ao Dorival. Teríamos ao Lula, ao Chico Formiga, ao Cabralzinho -Cabralzinho, em 95, era xingado porque o Marcelo Passos não jogava sempre e porque o zagueiro era o Narciso. O torcedor nunca está contente com o técnico.

Só que entre esse descontentamento rotineiro e notícias de Conselheiros sugerindo o nome do Luxemburgo existe um oceano. 

Qual o sentido teria trazer o Luxemburgo de volta?

Isso mesmo, nenhum.

Não tem como justificar trocar o Dorival Junior pelo Luxemburgo. Principalmente porque, desde 2010, o pior trabalho feito do Dorival é, no mínimo, igual ao de Luxemburgo.

Não tem como imaginar que o Luxemburgo, que desde 2010 ganhou dois campeonatos estaduais e colecionou demissões em campeonatos brasileiros e na possante segunda divisão chinesa, possa fazer um trabalho melhor que esse.

A última passagem dele pelo Santos, em 2009, é daquelas que faz a gente querer esquecer aquela temporada com todas as forças do universo. O discurso de que ele foi embora por discordâncias políticas apaga muito do quão horroroso foi o Santos de 2009.


Notícias e notícias...

Não é o primeiro clube em que o Vandeco é especulado em pouco tempo. Os dois coirmãos paulistanos que trocaram de técnicos especularam a contratação do "pojeto". As torcidas de ambos subiram nas tamancas.

É comum aparecerem especulações sem sentido nenhum, com jogadores e treinadores que você não fazia ideia que ainda existem e que no fim das contas nunca dão em nada. Eu espero que essa seja mais uma dessas e que ninguém no Santos, nem no alto da maior bebedeira, tenha cogitado isso.

Porque o grupo político que abraçar essa de Luxemburgo, um ano antes da eleição, vai ser lembrado toda a semana sobre essa brilhante ideia, para que nunca possa comandar o Santos.

Questionar o Dorival é válido. Tentar fritá-lo nesse momento, quando começam os jogos decisivos em duas competições e que a volta para a Libertadores é absolutamente possível - ainda mais agora com o G6 -, é burrice. 

Que esse Luxemburgo atual não passe nem na calçada da Vila. E que o Santos continue com o trabalho do Dorival, que deve ser cobrado para melhorar sempre, mas que seja reconhecido pelo bom trabalho que faz com esse elenco bem mais ou menos.

Por Renato Ribeiro, do Alambrado da Vila

2 comentários:

José Natal Peixoto disse...

QUEM SÃO OS ESTÚPIDOS QUE ESTÃO CRITICANDO O DORIVAL E ACHANDO QUE O SANTOS DEVE FAZER MERDA TRAZENDO O LUXEMBURGO? NADA CONTRAS O LUXEMBURGO. A merda é querer tirar o Dorival. O Dorival nasceu para ser técnico do Santos e o trabalho dele, a meu ver é o melhor possível. Deixem de bobagens e vamos continuar nossa luta com o Dorival que é, a meu ver, um dos melhores técnicos do Brasil. O que nós precisamos é reforçar o elenco para disputar a libertadores, com o Dorival e mais ninguém. Sou fã do Dorival e tenho a opinião que ele faz o melhor trabalho possível. Ganhar e perdem é do jogo, mas o Santos controla bem as partidas com toque e posse de bola. Parabéns Dorial.

jose roberto santos disse...

LUXEMBURGO É PASSADO JÁ ERA FAZ TEMPO QUE ELE NÃO FAZ UM BOM TRABALHO DEIXA O DORIVAL TRABALHAR EM PAZ E NÃO FIQUEM INVENTANDO NOTICIAS JÁ FAZ UM TEMPINHO QUE LUXEMBURGO NÃO GANHA NADA VAI TREINAR O TIME DE ITAQUERA