No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Por que Santos prefere proposta menor da Juve à da Inter por Gabigol



O Santos vê com 'bons olhos' a venda de Gabigol para fortalecer as finanças do clube. O atleta recebeu propostas de Juventus e Inter de Milão, ambos da Itália. Oficialmente, o clube paulista só recebeu a oferta do time de Turim, de 20 milhões de euros (R$ 73 milhões). Em relação a Inter, a diretoria santista foi avisada que a oferta é de 25 milhões de euros (R$ 91 milhões), mas a proposta oficial não chegou a Vila Belmiro.

Mesmo assim, o Santos já fez a sua escolha. O UOL Esporte apurou que o clube paulista prefere a proposta menor, da Juventus. A razão é por haver uma cláusula contratual que o clube paulista ficará com 18 milhões de euros (R$ 65 milhões) caso a oferta seja de 20 milhões de euros (R$ 73 milhões). O restante, os 2 milhões de euros (R$ 7 milhões), são repassados ao jogador.

No entanto, caso a proposta ultrapasse os 20 milhões de euros, o Santos terá que aceitar a divisão dos direitos econômicos ou entrar em um acordo com os representantes de Gabriel.

Por exemplo, caso a Inter entregue a proposta oficial de 25 milhões de euros (R$ 91 milhões), o Santos ficaria com 40% deste valor – R$ 36 milhões, pouco mais da metade do que ganharia com a proposta da Juventus. Desta forma, existe uma ala na Vila Belmiro que torce para que a proposta da Inter não chegue ao clube.

O problema é que a proposta da Inter de Milão é melhor para o atleta. Isso porque Gabigol também possui 40% de seus direitos econômicos.

Sendo assim, o jogador pode embolsar R$ 36 milhões e mais R$ 1 milhão de salários mensais, oferecidos pelo clube de Milão. O atleta já está decidido pela Inter, pois não se animou com os valores da Juve, já que só teria direito a 2 milhões de euros (aproximadamente R$ 7,2 milhões) e salários de quase R$ 900 mil mensais.

Os 20% restantes dos direitos econômicos de Gabriel pertencem a Doyen Sports. Neste caso, o valor será depositado em juízo devido a uma batalha judicial entre o Santos e os investidores.

Apesar da divergência entre Santos e Gabigol em relação as propostas italianas, a diretoria santista e os representantes do atleta devem se reunir para buscarem uma solução. O clube paulista acredita que o jogador abrirá mão de parte de seus direitos caso queira defender a Inter.

A renovação contratual também não está descartada. O jogador almeja luvas neste caso. Já o salário é bem menor do que foi oferecido pelos clubes italianos. O Santos pagará pouco mais de R$ 300 mil mensais para o atleta assinar a renovação de 2019 para 2021.
Uol

Nenhum comentário: