No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Por início com 'pé direito' no 2º turno, Santos tem semana de reabilitação

Dorival Júnior terá semana livre para escolher substitutos de desfalques, treinar e reparar erros. Selecionados podem ter volta antecipada em caso de eliminação


Dorival Júnior tem diversos problemas para resolver (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

A semana do Santos, que começa nesta terça-feira, quando o elenco se reapresenta no CT Rei Pelé, se inicia com diversos problemas para o técnico Dorival Júnior. Embora o jogo contra o Atlético-MG, o primeiro do segundo turno, seja só no domingo, às 16h, na Vila Belmiro, o treinador pensa desde então em quem vai entrar nas vagas de Lucas Lima e Vanderlei, suspensos.

Mesmo que Jean Mota e Vladimir, respectivamente, sejam os substitutos imediatos, o técnico pode fazer testes nos treinos. Além desses desfalques, ele tem uma dúvida na defesa, já que Luiz Felipe, que era titular até então, foi substituído por David Braz enquanto esteve suspenso e não sabe se retorna ao time.

Ao longo da semana, Dorival espera dos médicos um relatório de como está Ricardo Oliveira, que está com virose e deve perder alguns treinos ao longo da semana.

O quadro desfavorável, de derrota para o lanterna e perda de jogadores importantes acontece justamente antes do Peixe receber um adversário motivado e em ascensão na tabela, como o Atlético-MG, e motivação também será uma das tarefas do técnico.

Um dos capitães, Renato tenta ajudar o "professor".

- A motivação existe, apesar de ser um jogo complicado. Temos um segundo turno pela frente. Se manter essa regularidade, vamos chegar ao nosso objetivo. Não podemos lamentar, temos que visar o jogo contra o Atlético-MG. Queremos ficar no pelotão da frente. Temos que fazer o dever de casa para chegar ao objetivo final. Temos que descansar e achar onde está nossos erros. Esperamos contar com o apoio do torcedor no domingo para começar o segundo turno com o pé direito - pontua o camisa 8.

Por outro lado, nem tudo pode ser problema. Com dois empates sem gol na Olimpíada, a Seleção Brasileira corre o risco de ser eliminada na quarta-feira, quando enfrenta a Dinamarca. Em caso de derrota ou um novo empate contra os dinamarqueses e de um vencedor no jogo entre África do Sul e Iraque, Zeca, Thiago Maia e Gabigol terão sua volta para casa antecipada.

Um problema por vez, a semana só está começando.

Lance

Nenhum comentário: