No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Dorival lembra lesões, mas admite baixo rendimento de Lucas Lima


43 dias, este é o tempo desde a última vez em que o meia Lucas Lima teve uma participação decisiva para que o Santos marcasse um gol. No dia 26 de junho, o jogador anotou o terceiro e último tento na vitória do Peixe sobre o São Paulo, no Pacaembu. Desde então, foram sete partidas e nenhuma assistência ou bola na rede.De fora da equipe na vitória por 2 a 0 contra o Cruzeiro e no empate sem gols com o Flamengo, Lucas Lima voltou ao Santos no domingo, quando foi titular na derrota por 1 a 0 contra o América-MG. Sofrendo com problemas físicos, sendo o último deles um edema na coxa esquerda, o camisa 20 teve seu desempenho defendido pelo técnico Dorival júnior.

“Temos que analisar de forma diferente. O Lucas Lima foi o melhor jogador do Campeonato Paulista, vinha rendendo bem, aí entra no Campeonato Brasileiro e sofre três lesões nesse período. É impossível produzir com três contusões, temos que dar tempo ao tempo. Vinha sendo um dos grandes jogadores do Santos, convocado para a Seleção Brasileira, mas teve lesão séria contra o Audax, depois voltou, sentiu novamente e agora ficou 10 dias parado. Impossível render assim”, lembrou o treinador.

Não será na próxima partida do Santos que Lucas Lima terá a chance de retomar o alto rendimento. O meia recebeu o terceiro cartão amarelo contra o América-MG e, assim como o expulso Vanderlei, será desfalque no duelo com o Atlético-MG, no domingo, às 16h, na Vila Belmiro. O técnico Dorival Júnior, no entanto, preferiu minimizar as ausências.

“Estamos com vários desfalques desde o início. Vamos encontrar nosso caminho com certeza e faremos nosso melhor. São dois desfalques importantes, mas vamos fazer bom jogo”, disse o treinador, lembrando também das ausências de Zeca, Thiago Maia e Gabigol, todos na Seleção Brasileira olímpica.

Gazeta

Nenhum comentário: