No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

As vantagens do projeto do novo Alçapão



O Santos apresentou ao Conselho Deliberativo o projeto do novo estádio, situado a menos de um quilômetro da Vila Belmiro e que tentará utilizar o terreno onde hoje está o campo da Portuguesa Santista. Esta é a primeira das vantagens em comparação com ideias mais antigas das gestões Marcelo Teixeira e Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

Na década passada, pensou-se na construção de um novo palco na região de Diadema. Nada a ver. O Santos é um clube da cidade, mesmo que seja muito mais do que isso. Um dos casos no mundo de time com mais torcida fora do que dentro de seu município — não é o único e o Flamengo é outro exemplo.

Outra vantagem do projeto além da permanência na cidade é a manutenção da Vila Belmiro. Primeiro como palco de jogos pequenos e partidas em que o novo alçapão esteja cedido para shows. Segundo, grande museu a céu aberto. Isto, a Vila Belmiro já é, pela existência do Memorial das Conquistas, cujo passeio termina no gramado onde Pelé jogou.

A ideia de construir um novo estádio tem a ver com a distância que se criou para os estádios mais modernos de Corinthians e Palmeiras. O novo alçapão para 27 mil lugares pode gerar receita em vez de despesa, como o Morumbi consegue fazer desde 2003. O Allianz Parque ainda sofre para gerar mais receita do que gera, porque o estádio não está pronto e isto afastou parceiros como os sorvetes Diletto, a cervejaria Itaipava, que já fizeram parte do cardápio nos jogos de futebol, mas deixaram de fazer. O Burguer King ainda não inaugurou suas lojas dentro da arena, porque o espaço para a cozinha industrial não foi concluída — a lanchonete atualmente só dá frente para a avenida Francisco Matarazzo. Itaquera ainda não tem o espaço para suas lojas comercializado. Pode render muito mais do que hoje.

O novo Alçapão não funcionará como receita se tiver problemas semelhantes. Mas avançar é importante para o Santos equilibrar seu potencial de receita com os rivais. Especialmente num momento em que o Flamengo diminui sua dívida e amplia seu orçamento.

Não é simples executar o projeto. O primeiro passo é aprová-lo. De todos os projetos apresentados para ter um novo alçapão, o de Modesto Roma parece ser o mais perfeito.

Por PVC

Nenhum comentário: