No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Vecchio coloca o Santos na briga por título e aguarda primeira chance


Meia argentino elogia elenco do Peixe e promete estar preparado se receber chances durante a Olimpíada, quando Gabriel, Thiago Maia e Zeca estarão fora

O meia argentino Emiliano Vecchio chegou à Vila Belmiro há um mês depois. Ambientado ao clube, entrosado com o elenco e depois de assistir a várias partidas, o reforço tem uma certeza: o time vai brigar pelo título brasileiro.

Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com, Vecchio falou que vê as peças de reposição do Alvinegro no mesmo nível do trio Zeca, Thiago Maia e Gabigol, que estará na Olimpíada com a seleção brasileira. O argentino, que disse ter aceitado a proposta do Santos para ter o privilégio de jogar no time de Pelé, faz questão de dizer que o Peixe não é um clube apenas com um passado de vitórias, mas com um presente animador.

– O Santos é um time que não tem só história, mas tem um presente muito bom. Acho que nenhuma equipe foi superior a nós. Sempre fomos um time que comandou os jogos, né? O Santos tem um elenco muito bom e tem de brigar (pelo título), pelo menos entre os três primeiros times tem de estar – disse.

Com a ida do lateral-esquerdo, do volante e do atacante para a Olimpíada, as chances de Vecchio estrear pelo Santos aumentam. Ele demonstra tranquilidade e promete estar preparado se receber uma oportunidade.

O mais importante é sempre estar preparado, porque a oportunidade no futebol sempre chega, mas quando acontece tem de estar 100% preparado"

Emiliano Vecchio

– Sabemos que Gabriel, Thiago e Zeca são muito importantes para o esquema do Santos, mas os jogadores que estão fora têm o mesmo nível e estão aguardando uma oportunidade. O mais importante é sempre estar preparado, porque a oportunidade no futebol sempre chega – afirmou.

Vecchio está completamente adaptado ao novo clube: cumprimenta funcionários de todos os departamentos, da cozinha ao jurídico, é amigo dos jogadores e querido por onde passa. Um dos atletas que mais se aproximaram do meia argentino foi o atacante Gabriel, com suas músicas e brincadeiras.

– Na concentração, no vestiário... Eles escutam pagode todos os dias e eu aprendo um pouco. (Na quinta) eu estava trabalhando, e o Gabriel começou a cantar. Acompanhei para não deixá-lo sozinho (risos). O Gabriel não para. Está todo dia brincando. É um grupo assim, tranquilo – concluiu.

Nos treinamentos, Vecchio tem se destacado com bons lançamentos e velocidade, justamente o que chamou a atenção de Dorival Júnior, que pediu sua contratação. Agora, ele aguarda uma oportunidade para estrear.
Globoesporte.com

Nenhum comentário: