No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 16 de julho de 2016

Diante de ausências, Lucas Lima assume responsabilidade no Santos



Lucas Lima sabe o quanto será importante para o Santos nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro e nos confrontos da Copa do Brasil. Após o duelo deste sábado, diante da Ponte Preta, às 18h30, na Vila Belmiro, o Peixe terá ausências de titulares em todos os setores. Na defesa, o lateral esquerdo Zeca, no meio-campo, o volante Thiago Maia, e no ataque Gabriel. Todos os três se apresentam neste domingo à Seleção Brasileira que disputará os Jogos Olímpicos. Se chegarem à final olímpica, marcada para o dia 20 de agosto, estarão ausentes da Vila Belmiro por esse período. Desfalques à parte, o camisa 20 santista acredita que o time pode ir bem mesmo assim.

Estou pronto. Sei da minha responsabilidade no elenco. O time anda bem mesmo quando as substituições ocorrem. Vejo o time mais maduro. Vejo pelos jogos fora de casa. Muitas vezes estamos saindo atrás no placar e estamos criando força para buscar. Nosso time se dava por vencido no ano passado. Estamos tendo a cabeça no lugar e fazer o que fizemos nos treinamentos", explica.

Alvo de especulações para se transferir para o exterior, principalmente com relação ao futebol europeu, o meia prefere deixar todas as eventuais negociações a cargo de seu empresário e volta sua concentração para que o Santos permaneça entre os primeiros colocados do Brasileirão.


DataESPN visita CT do Santos e Dorival fala sobre 'aulas' com Guardiola

"Temos jogos difíceis pela frente, em que se perde o campeonato caso não se encare com seriedade. Temos de manter o mesmo foco, a mesma concentração. Respeitar essas equipes. É contra esses times que vamos jogar tudo o que estamos fazendo", avalia.

No Campeonato Brasileiro, o Santos deve encarar cinco partidas sem o trio olímpico: Vitória (fora), Cruzeiro (casa), Flamengo (provavelmente em campo neutro), América-MG (fora) e Atlético-MG (casa). Isso sem contar os duelos pela Copa do Brasil.

"Espero que a gente possa estar na Libertadores, mas espero que a gente possa brigar pelo título. Não vejo um time jogando um futebol mais bonito do que o nosso, de toque de bola. Claro, temos muito a melhorar ainda. Mas se mantivermos esse padrão, a humildade, o foco, e acreditar, temos tudo para brigar pelo título", vislumbra o meia.

ESPN

Nenhum comentário: