No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 28 de junho de 2016

Título do Paulistão faz folha salarial do Santos ficar R$ 500 mil maior



Além de ultrapassar o São Paulo e se tornar o terceiro maior campeão do estado, o título do Paulistão deste ano fez o Santos ver sua folha salarial ficar R$ 500 mil mais cara. É que a maioria dos contratos dos atletas do Peixe tem cláusulas com reajustes salariais previstos em caso de conquistas de títulos, conforme revelou um dirigente santista.

Os R$ 500 mil mensais equivalem a aproximadamente 13% do custo do Santos com o elenco profissional. Até o duelo com o Audax, a folha alvinegra era de R$ 3,9 milhões por mês. Agora, está em R$ 4,4 milhões.

Os principais beneficiados com os reajustes salariais são os atletas cujos contratos foram renovados mais recentemente, como Ricardo Oliveira, Lucas Lima, Gabigol, Thiago Maia, Zeca, Gustavo Henrique… 

“Até por causa desses aumentos programados em contrato, não nos vemos na obrigação de reajustar o salário de ninguém no momento”, explica um braço direito do presidente Modesto Roma Júnior. “Nem os atletas que estão sendo assediados pelo futebol europeu podem reclamar de estar com os salários defesados”, acrescenta o dirigente.

TV desligada:
A vitória santista sobre o São Paulo por 3 a 0 teve 21 pontos de audiência, apenas um a mais do que o pior índice desde o início do Brasileirão.

Recorde folgado:
Se não foi bem na TV, o clássico ajudou o Peixe no lado financeiro. Foram R$ 391 mil de lucro com bilheteria, no Pacaembu. Nos outros quatro jogos em casa, o Peixe havia faturado R$ 113 mil líquidos.

Por Jorge Nicola

Nenhum comentário: