No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Santos quer comprar um dos heróis do título paulista com segundas intenções



Ronaldo Mendes está com a situação indefinida no Santos. O UOL Esporte apurou que a diretoria santista pretende exercer o direito de compra do jogador, mas com a intenção de revendê-lo. O meia foi um dos heróis do título estadual ao marcar o gol de empate contra o Audax no primeiro jogo da final, em Osasco.

O clube paulista ainda não comprou o jogador em definitivo, mas tem até o fim deste ano para pagar US$ 400 mil (R$ 1,3 milhão) ao Viçosa, de Alagoas. Ronaldo Mendes tem proposta de um time árabe e a cúpula santista já almeja lucrar com esta negociação.


O meia defendeu o Santos em 13 jogos nesta temporada, mas perdeu espaço após brilhar na final do Campeonato Paulista. Ele foi utilizado em apenas quatro jogos no Brasileirão, mas não foi titular em nenhum.

Al Wasl, dos Emirados Arabes, já procurou o Viçosa e ofereceu US$ 1,3 milhão (R$ 4,4 milhões) pelo atleta. O Santos pediu ao clube alagoano que não negociasse o atleta, alegando que exerceria o direito de compra, mas até o momento não fez o pagamento.

A proposta mexeu com Ronaldo Mendes, pois o salário oferecido é bem maior do que ele ganha no Santos atualmente. Mesmo assim, o jogador avisou ao seu estafe que prioriza sua permanência no alvinegro praiano.
Dez clubes antes do Santos

Apesar de jovem, está com apenas 23 anos, Ronaldo Mendes tem muita experiência no futebol. Ele defendeu dez clubes até chegar ao Santos: Atlético-PR e Internacional (categorias de base), Corinthians de Alagoas, CSA, CRB, Guarani, Paraná Clube, Penapolense, Criciúma e ABC, de Natal.

Em busca de um clube grande na carreira, Ronaldo Mendes chegou a pensar em desistir do futebol. Logo no início da carreira, quando atuava no Corinthians Alagoano, o meia quebrou o pé e ficou noves meses parado e, quando voltou a treinar, sofreu uma nova lesão.

Neste período, Ronaldo Mendes pensou em largar o futebol e trabalhar no mercado de seu pai, Laudecir Mendes. O meia, inclusive, pensou em ingressar em uma faculdade, deixando de vez a bola de lado.

Uol

Nenhum comentário: