No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Corinthians e Santos têm atacantes sob pressão e buscam solução no mercado



O clássico de Itaquera será de pressão para os centroavantes de Corinthians e Santos, que se encontram nesta quarta-feira às 21h (de Brasília). No Campeonato Brasileiro, por sinal, o nível de cobrança sobre todos os camisas 9 das duas equipes têm crescido. 

Luciano e André, do lado corintiano, e Joel e o garoto Matheus Nolasco, do Santos, sofrem com a desconfiança de seus torcedores neste momento. Decisivo no último clássico entre as duas equipes, o experiente Ricardo Oliveira é motivo de preocupação no Santos por questões físicas e vê seus substitutos sofrerem para convencer. 

No Corinthians, Luciano vive jejum e desejo de jogar na Europa; André sofre com torcida

Luciano não sabe o que é celebrar um gol desde agosto do ano passado. Até fevereiro, é verdade, se recuperou de uma cirurgia importante no joelho. Mas, com sequência no Corinthians, fará sua terceira partida consecutiva como titular para deslanchar. São 15 jogos desde a volta aos gramados, sendo dois pela seleção olímpica. 

O desejo de Luciano, além de voltar a balançar as redes, está em projetar uma nova situação para a carreira. Ele tem a intenção de jogar na Europa no próximo semestre, mas só conquistará alguma oferta de trabalho importante caso faça mais gols. Na avaliação de Tite, ele vive momento de ansiedade. 

André, por sua vez, foi adquirido para ser titular, mas acabou no banco de reservas após alguns meses sem conseguir convencer. O pênalti perdido na eliminação pela Copa Libertadores colocou o centroavante diante dos torcedores.

Na quinta passada, em Itaquera, ele foi vaiado ao entrar durante o jogo, e tem se mostrado cabisbaixo em alguns momentos. A pressão cresceu no domingo, já que Tite mandou Lucca a campo como centroavante, e ele contribuiu com gol diante do Sport. 

No Santos, só um gol de centroavante foi marcado desde o título paulista

Joel assumiu a posição de titular na ausência de Ricardo, mas marcou apenas um gol, de pênalti, contra o Figueirense. O camaronês, dessa maneira, começa a sofrer pressão.

Os jovens Matheus Nolasco, que é centroavante, e Lucas Crispim, meia-atacante, ameaçam a vaga de titular de Joel.

Com a bola rolando, o último gol de um centroavante no Santos foi marcado por Ricardo Oliveira, na final do Campeonato Paulista, diante do Audax. Não há previsão para o retorno do goleador santista aos gramados. 

Corinthians e Santos no mercado atrás de camisa 9

Corinthians e Santos buscam reforços para o setor. O Santos apostou fichas em Rodrigão, do Campinense-PB. Ele é o goleador do Brasil em 2016, com 18 marcados, e chega para brigar com Joel pela vaga de substituto de Ricardo Oliveira. "Quero fazer história, fazer muitos gols, ser ídolo. Sei que a responsabilidade é grande, mas estou preparado", disse Rodrigão.

Apesar da empolgação de Rodrigão, o Santos busca mais um camisa 9 no mercado – um atleta mais rodado, para substituir Ricardo Oliveira. Além da lesão no joelho, o veterano pode desfalcar a equipe santista definitivamente caso volte a receber uma proposta do mercado chinês, como espera seu estafe. 

Do lado corintiano, a aquisição de um novo centroavante é prioridade no mercado, assim como um zagueiro. O clube analisa diversos nomes, como Nico López (Nacional-URU), Gustavo Bou (Racing-ARG) e até mesmo Leandro Damião, que pertence ao adversário desta quarta. A diretoria santista pediu os atacantes Luciano e Marlone em troca de Leandro Damião, mas o negócio não interessou ao Corinthians.
Uol

Nenhum comentário: