No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 17 de maio de 2016

Zeca se sente pronto para jogar na Europa e abre as portas para Leandro Damião



O Santos pode sofrer um verdadeiro desmanche no meio do ano, quando a janela de transferências abre mais uma vez. Além de Ricardo Oliveira, Gabriel e Lucas Lima, que podem se despedir do clube já neste domingo, Zeca é outro atleta do Peixe assediado por equipes do exterior. O lateral evita falar sobre propostas, mas admitiu nesta segunda-feira que se sente pronto para atuar no Velho Continente.

"Acho que estou pronto. Claro que tenho que evoluir sempre, nunca parar, senão outro chega e atropela", avisou o jogador, cria da base santista, antes de despistar. "Meu pensamento é no Santos, jogo a jogo. Essas coisas de fora, especulações e propostas, deixo para o Santos e meu empresário. Se for bom para todos, vão resolver", completou.

Zeca, assim como Gabriel e Thiago Maia, é um dos fortes candidatos a estar na lista final de Dunga de jogadores que vão para os Jogos Olímpicos do Rio. Apesar de saber que pode complicar o Peixe na disputa pelo Campeonato Brasileiro, Zeca prefere passar confiança aos jogadores que devem ganhar oportunidade.

E ao falar de possibilidades, a joia santista deixou as portas abertas a Leandro Damião, com quem jogou em 2014 no próprio Peixe. Nesta segunda, o centroavante deixou o Real Betis e pode retornar à Vila Belmiro. Mesmo com a intenção do clube praiano em emprestar o centroavante novamente, Zeca não vê problema no jogador ser reintegrado ao grupo.

"É muito gente boa. Trabalha bastante. Na diretoria não sei o que acontece, deixo para eles resolverem. Se voltar, será bem-vindo. O Santos é uma família. Seria amigo de nós todos para ajudar o nosso elenco", disse.

Confira outros trechos da coletiva de Zeca no CT Rei Pelé:

Jogo contra o Atlético-MG

Nosso time ficou recuado no primeiro tempo. Foi nítido. Eles atacaram muito. Queríamos ganhar, até pelos resultados do ano passado. Queremos ganhar sempre, ainda mais no Brasileirão, que é preciso pontuar fora para chegar no G4 e ser campeão. Os três fazem muita falta, fariam para qualquer equipe do Brasil e do mundo, mas, muitos trabalham em busca de oportunidade. Está aparecendo e vai aparecer mais. Lá aconteceu (a derrota), passamos borracha, tivemos mais oportunidades no segundo tempo. Se jogássemos assim no primeiro (tempo), seria outro jogo. Agora é trabalhar para ganhar do Coritiba dentro de casa.

Desempenho fora de casa

Primeiro jogo ainda. Tem mais 37. Fizemos um campeonato de recuperação (2015). Nosso time chegou ao G4, final da Copa do Brasil. Ano passado foi diferente, e agora não queremos fazer um campeonato de recuperação. Nosso pensamento é esse.

Desfalque nas Olimpíadas

O Santos tem vários jogadores para jogarem Olimpíadas, muitos trabalham bastante para terem uma oportunidades, como Ronaldo Mendes e Vitor Bueno aproveitaram.

ESPN

Nenhum comentário: