No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Dorival se espelha em Gabigol para recuperar Paulinho no Santos


O técnico Dorival Júnior e demais integrantes de sua comissão técnica repetem uma estratégia vitoriosa com Gabriel Barbosa para recuperar o atacante Paulinho, que foi titular no início da temporada logo após a sua chegada do Flamengo, mas hoje amarga a reserva na equipe santista.

A estratégia é fazer que Paulinho seja menos individualista em campo e jogue mais coletivamente. Dorival observou o mesmo problema em Gabriel quando voltou ao clube no meio do ano passado. O camisa 10 estava encostado e recebia muitas criticas de ex-treinadores do Santos por excesso de individualidade e pouco esforço na marcação.

Dorival corrigiu o antigo 'defeito' de Gabigol e admitiu o problema publicamente diversas vezes. Após ver a evolução do camisa 10, ele não escondeu que tem méritos, inclusive, nas convocações do jogador para a seleção brasileira.

"A gente trabalha buscando caminhos, acentuando trabalhos táticos, técnicos... Você conseguindo a repetição desses trabalhos, se tira mais de cada um deles. Se não houver mudanças de postura individualmente, não se alcança nada. A repetição ajuda. Você tentando inserir e cobrando muito o posicionamento, só assim terão condições de criar com liberdade e com merecimento de serem coletivos com a equipe. O Gabriel passou a ser coletivo e espero que não mude esse comportamento", afirmou Dorival no ano passado, ao analisar a mudança de comportamento de Gabigol.

"Ele tem que ser enaltecido pelo trabalho que desenvolveu e, principalmente, depois da minha chegada. Eu vi um amadurecimento muito grande como profissional, buscando a composição, um interesse pela retomada de bola. Ele pode buscar isso novamente esse ano, aliás", completou.

Agora, a ideia é repetir o mesmo trabalho fora e dentro de campo com Paulinho. O atacante se destacou na vitória do Santos contra o Galvez, no Acre, na semana passada, mas Dorival voltou a ressaltar que o somente o destaque individual não é o suficiente.

"Não só o Paulo, mas outros foram bem na partida (Copa do Brasil). Mas existe uma distância de produzir individualmente e coletivamente continuar rendendo. Vamos ver como vai acontecer esse encaixe para buscarmos elementos para ocupar esses espaços abertos", afirmou Dorival.

Segundo estatísticas do Footstats, entre reservas hoje do Santos, Paulinho é o jogador que mais perdeu bolas no Campeonato Paulista – foram 57 lances desperdiçados. Ele só perde para seis titulares absolutos da equipe – Lucas Lima, Gabriel, Thiago Maia, Vitor Ferraz e Zeca.


O atacante, que ainda pertence ao Flamengo e está emprestado ao Santos até o fim do ano, é o segundo jogador que mais driblou na competição estadual este ano – foram oito dribles certos e dois errados. Ele só perde para Lucas Lima, com dez.

A qualidade de Paulinho em driblar foi observada por Dorival, que sabe que terá um bom driblador em campo para abrir espaços na marcação adversária, caso corrija o atleta na questão coletiva.

Uol

Nenhum comentário: