No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 9 de maio de 2016

David Braz coloca o Santos na briga: "Queremos conquistar o Brasileiro"


Zagueiro santista ressalta dificuldade da competição, comenta possível "desmanche" e crê que chave do sucesso está em conquistar pontos fora de casa

A vitória por 1 a 0 sobre o Audax na Vila Belmiro deu o bicampeonato paulista ao Santos. "Ainda comemorando" o título, o zagueiro David Braz comentou sobre os desafios do Peixe no segundo semestre em entrevista ao "Seleção Sportv". Para ele, o Campeonato Brasileiro é uma competição que o clube entra para brigar no topo da tabela. 


- Ainda estou comemorando (risos). Amanhã me reapresento aos treinamentos, e aí sim estaremos totalmente focados no Brasileiro, essa é uma competição que queremos muito conquistar, queremos levar o Santos à Libertadores, temos quatro vagas para esse objetivo e sabemos da dificuldade que vamos enfrentar - comentou Braz.

Em 2015, o Santos foi o melhor mandante do Brasileirão. Já fora de casa, o Peixe, com apenas uma vitória - sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, no Mineirão -, só ficou à frente do Joinville dentre os vinte times da Série A. Para o santista, melhorar a campanha como visitante é a chave para o sucesso.

- É difícil explicar. O que posso dizer é que a gente se sente muito bem jogando em casa, na Vila Belmiro, a gente briga para jogar lá. A gente sabe que temos torcedores em outros lugares e a torcida cobra jogar no Pacaembu, que é onde a gente tem mais torcida, mesmo fora de Santos. Quando a gente enfrenta um adversário fora da Vila, é complicado. O adversário procura vir pra cima e a gente precisa se defender, e também atacar da melhor maneira possível, e a gente não conseguiu no ano passado, tivemos apenas uma vitória, contra o Cruzeiro e o grupo tem conversado bastante sobre isso, é uma coisa que precisamos evoluir: conquistar pontos fora de casa - ponderou.

Falando no alvinegro praiano, o assunto inevitável é o possível "desmanche" que a equipe pode sofrer na janela de transferências. Ainda que passe ileso pelo período de transações, o Santos deve perder alguns jogadores para a seleção brasileira. Nada que preocupe o defensor, que acredita na força do elenco comandado por Dorival Júnior.

- Não sei exatamente quem vai ou pode ir embora, sei que há o risco pois temos jogadores de destaque, na seleção brasileira, mas não só a gente como todos os clubes vão passar por isso. Todo ano é assim. Então, a gente tem que acreditar no nosso trabalho. O Santos já mostrou força quando muita gente não acreditava e sempre surpreendeu. A gente sabe da dificuldade que vamos encontrar, o campeonato já é difícil e agora vamos ficar sem esses três grandes jogadores. Mas nós não podemos ficar reféns de três jogadores, ou mesmo um que seja, temos que mostrar a força do nosso elenco. Temos jogadores de muita qualidade que nos ajudaram na conquista do Estadual e podem nos ajudar no Brasileiro. É uma oportunidade que eles vão ter, e eu tenho certeza que eles vão dar o máximo para aproveitar - finalizou.

O Santos encara o Atlético-MG, no Independência, no dia 14 de maio, pela estreia do Campeonato Brasileiro. Antes disso, enfrenta o Galvez pela segunda fase do Copa do Brasil, na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Acre.

SporTV

Nenhum comentário: