No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Com gol nos acréscimos, Figueirense e Santos empatam em jogo tenso

Ermel deixa tudo igual no final de partida com dois pênaltis a favor do Peixe, expulsão de zagueiro dos visitantes e muita reclamação dos dois lados

Figueirense e Santos fizeram um duelo dramático até o último lance no Estádio Orlando Scarpelli, e os donos da casa buscaram o empate nos acréscimos do segundo tempo. Ermel definiu o resultado: 2 a 2 em um jogo com dois pênaltis a favor do Peixe, expulsão de Gustavo Henrique e muita reclamação dos dois lados - Joel e Vitor Bueno, para o Peixe, e Rafael Moura, para o time catarinense, fizeram os outros gols. 

Com o resultado, o Figueira segue sem vencer diante de seu torcedor. O time de Vinícius Eutrópio chega ao terceiro empate em três jogos no Campeonato Brasileiro. O Santos tem um ponto a mais, com uma derrota, uma vitória e um empate. 

Agora o Figueirense volta a campo no próximo sábado, quando visita o Atlético-PR, na Arena da Baixada. No domingo, o Santos recebe o Internacional na Vila Belmiro. 

Um erro de cada defesa

O Santos nem parecia jogar fora de casa. A equipe comandada por Dorival Júnior dominou o jogo desde o início, trabalhou a bola no campo de ataque e criou as primeiras oportunidades de gol. Mas faltou pontaria. 

Por outro lado, o Figueirense precisou de apenas uma oportunidade para abrir o placar. Aos 37 minutos do primeiro tempo, Ayrton lançou Rafael Moura, David Braz deu condição, e o atacante saiu livre na cara de Vanderlei para tocar ao fundo das redes. 

A resposta do Peixe foi rápida. Após quatro minutos, foi a vez da zaga catarinense falhar. Ferrugem colocou a mão na bola dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Vitor Bueno não deu chances ao goleiro e deixou tudo igual. 

Empate nos acréscimos 

Na volta do intervalo, logo aos seis, Jaime quase voltou a colocar o Figueirense na frente, mas o desvio de cabeça do zagueiro parou em Vanderlei. Apenas três minutos mais tarde, o defensor se tornou vilão da equipe catarinense. 

Lançado na área do Figueirense, Joel protegeu a bola e foi derrubado por Jaime. O árbitro Wagner Magalhães anotou mais um pênalti para o Santos. Desta vez, o atacante camaronês foi para cobrança, deslocou Gatito Fernández e virou o jogo. 

O Peixe se comportava bem em campo, mas a parte final foi dramático para os santistas. Isso porque Gustavo Henrique deu uma voadora em Dodô e recebeu o cartão vermelho. Em vantagem numérica, o Figueirense passou a pressionar o Santos. 

O gol de empate saiu apenas nos acréscimos do segundo tempo. A bola rondou a área do Santos até que Ermel emendou de primeira. Vanderlei, que foi mal no início do lance, não conseguiu alcançar. Tudo igual no Estádio Orlando Scarpelli. 

Globoesporte.com

Nenhum comentário: