No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Vitor Bueno acerta renovação e aguarda fim do Paulista para assinar



Na terça-feira da semana passada, Vitor Bueno surpreendeu a todos em entrevista coletiva no CT Rei Pelé ao revelar um acerto muito próximo com o Santos. O jogador de 21 anos pertence ao Botafogo, de Ribeirão Preto, e seu vínculo de empréstimo com o Peixe vai apenas até junho. Nesta terça, porém, Vitor Bueno voltou a afirmar o acordo apalavrado, mas lembrou de um impedimento.

“Não assinei a renovação. Creio que será nos próximos dias. Eu não posso assinar porque sou vinculado ao Botafogo (de Ribeirão Preto), e como ele disputa o Paulista, perco minha inscrição. Está tudo acertado. A tendência é assinar ao fim do campeonato”, explicou o jogador, sem esconder o alívio com o acerto. “O desejo sempre foi ficar no Santos. Sempre falei isso. Nunca pensei em sair. Muito menos agora, pela porta dos fundos”, completou.

Neste domingo, o Santos faz o último jogo da fase classificatória do Campeonato Paulista, contra o Audax, na Vila Belmiro, e deve mandar a campo um time misto entre reservas e titulares. Vitor Bueno vive a expectativa de mais uma vez ser escolhido por Dorival.

“Estou trabalhando muito forte. Treinando muito forte para agradar a comissão técnica. Claro que não estou no meu ideal. Mas tenho certeza que vou adquirindo confiança, principalmente depois do gol, para lutar por essa vaguinha”, lembrou o garoto, citando o toque por cobertura na vitória contra o Capivariano.

“Realmente foi na hora. Driblando o cara, percebi a movimentação do goleiro e tentei encobri-lo. Fui feliz na jogada. Aconteceu na hora certa. Improviso mesmo. Nada treinado ou planejado”, reconheceu.

Com a suspensão de Gabriel, Vitor Bueno pode entrar para manter a ofensividade do Santos, sem deixar de preencher o meio de campo. Serginho, Rafael Longuine, Neto Berola e Patito Rodriguez também brigam pela vaga. Mas, Bueno já a sua propaganda.

“Sempre joguei pelo lado ou pelo meio. Me usavam aberto ou por dentro. Parece que minhas características são de um meia armador, mas sei que posso jogar aberto. Importante é estar jogando, estar no bolo”, concluiu o jovem jogador, cheio de personalidade.

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: