No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 19 de abril de 2016

Modesto despista sobre negociações e minimiza rivalidade com Verdão



Modesto Roma Júnior participou da reunião que definiu as datas e os locais das semifinais do Campeonato Paulista, nesta terça, e aproveitou para responder alguns questionamentos sobre diversos assuntos relacionados ao Santos que tomaram conta do noticiário nos últimos dias. Apesar disso, o presidente foi muito breve em suas respostas e deixou clara a intenção de evitar qualquer tipo de polêmica ou revelar alguma informação nova.

Primeiro, o mandatário alvinegro mostrou sua satisfação do clássico com o Palmeiras ter sido marcado para às 16 horas de domingo, e não no sábado, quando jogarão Corinthians e Osasco Audax, em Itaquera. “Não dava para jogar no sábado, porque temos um jogo em Macapá”, lembrou, citando o duelo pela Copa do Brasil, na quinta.

Em seguida, Modesto resmungou quando o assunto foi a rivalidade aguçada entre santistas e palmeirenses depois dos confrontos polêmicos do ano passado, principalmente após a final da Copa do Brasil.

“Claro que não tá engasgado. Ganha um e outro perde. Vai ser assim para o resto da vida. Palmeiras ganha um, Santos ganha outro. Não dá para alimentar isso. É absolutamente normal”, disse. “Não aconteceu nada. Aconteceu que Santos e Palmeiras fizeram as finais do Paulista e da Copa do Brasil e que mostram que são dois clubes que estão sempre chegando. Isso é bom”, completou.

Além dos próximos desafios em campo, Modesto Roma Júnior falou sobre as negociações de reforços e de atletas do atual elenco. Na verdade, o presidente pouco falou, a começar por Marquinhos Gabriel, que preferiu jogar no Corinthians a aceitar a oferta santista.

“Não repercutiu. É um direito dele escolher”, resumiu, evitando também se alongar sobre a postura de não querer vencer Lucas Lima mesmo diante da intenção declarada do meia em sair do clube. “Ele tem o direito de ter a postura que quiser. E o Santos também”, avisou, para em seguida ratificar que apesar do interesse do Atlético de Madrid em Zeca, o lateral deve ficar. “Teve uma proposta. Eu disse não, o Zeca disse não. Quando nenhum dos dois quer, não tem. Fica para o Brasileiro”.

Ao ser questionado sobre reforços, o presidente do Peixe foi objetivo ao explicar a situação do meia destaque do Red Bull Brasil neste Campeonato Paulista. “Não há conversa com o Thiago Galhardo”, afirmou, contrariando as declarações do empresário do atleta, que já dava como certa o acordo por empréstimo.

Já Marlos Moreno, colombiano de 19 anos que tem se destacado no Atlético Nacional, segue em pauta. Modesto chegou a viajar para conversar com o presidente atleticano, mas a negociação deve se alongar, principalmente por causa da concorrência de tantos clubes. O atacante custaria cerca de 3 milhões de dólares ao time da Vila Belmiro.

“Para eles o momento é de concentração na Libertadores. Vamos deixar que o Atlético Nacional mantenha o seu foco na Libertadores. Não faria isso, porque não gostaria que fizessem isso comigo”, finalizou. 

Terra

Nenhum comentário: