No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 16 de abril de 2016

Com dois de Vitor Bueno, Santos vence São Bento e vai à 8ª semi seguida


O Santos está na semifinal do Campeonato Paulista pela oitava edição consecutiva. Pouco depois de o Corinthians golear o Red Bull por 4 a 0, a equipe de Dorival Júnior venceu o São Bento por 2 a 0 no início da noite deste sábado, na Vila Belmiro, e assim se juntou ao arquirrival na próxima fase. Vitor Bueno, com dois gols, sendo o primeiro um golaço, foi o grande destaque do time alvinegro.

Foi, aliás, o terceiro gol em três partidas como titular de Vitor Bueno, que recentemente renovou com o clube da Vila Belmiro por mais quatro anos. Contratado do Botafogo-SP na metade do ano passado, o meia inicialmente atuaria apenas pelo time B do Santos, mas apareceu bem nos treinamentos e conquistou a confiança de Dorival Júnior.

Foi a primeira derrota do São Bento para os considerados grandes neste Paulistão. Na primeira fase, o time do interior havia empatado com Corinthians e Palmeiras e vencido o São Paulo. Não foi páreo, porém, para o Santos de Dorival, que agora aguarda a sequência das quartas de final para saber quem encara na semi.


O Santos agora deixa de lado do Campeonato Paulista e começa a pensar na Copa do Brasil. O time faz a sua estreia no torneio nacional na próxima quinta-feira, quando visita o xará do Amapá no estádio Zerão, em Macapá, às 21h30.

SANTOS 2 X 0 SÃO BENTO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 16/04/2016 (sábado)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo.
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Patrick André Bardauil.
Cartões amarelos: David Braz (Santos)
Público: 12.051 presentes
Renda: R$ 477.280,00
Gols: Vitor Bueno, aos 8min e 40min do primeiro tempo

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno e Lucas Lima (Rafael Longuine); Gabriel (Joel) e Ricardo Oliveira (Elano).
Técnico: Dorival Júnior

SÃO BENTO
Henal; Régis Souza, João Paulo, Pitty e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Éder (Diego Clementino), Serginho Catarinense e Clébson (Everton Sena); Edno (Anderson Cavalo) e Rossi.
Técnico: Paulo Roberto Santos

COMO FOI O JOGO

PRIMEIRO TEMPO
O São Bento conseguiu resistir por apenas oito minutos à grande pressão feita pelo Santos a partir do apito inicial. Em grande jogada pela direita, Vitor Bueno tabelou com Gabigol, recebeu dentro da área e, com a parte de fora do pé direito, finalizou com extrema categoria e abriu o placar. 

1 a 0. O gol fez o Santos diminuir o ritmo, mas não correr riscos. Sabendo o que queria dentro de campo, o time da VIla Belmiro atacava sem levar perigo, enquanto o São Bento tinha bastante trabalha para chegar com perigo ao gol de Vanderlei, algo que aconteceu apenas uma vez no primeiro tempo, em chute de Clébson da entrada da área, aos 34min.

No fim do primeiro tempo, o Santos voltou a crescer na partida e, depois de perder duas grandes chances, conseguiu ampliar em mais um gol de Vitor Bueno. Gabigol abriu na esquerda para Ricardo Oliveira, que cruzou forte de esquerda e encontrou o camisa 18, que chegou de carrinho na segunda trave para fazer o segundo. 2 a 0.

SEGUNDO TEMPO

O jogo ficou mais equilibrado no segundo tempo. Aparentemente satisfeito com o 2 a 0, o Santos tirou o pé e, aos poucos, viu o São Bento crescer na partida. Aos 24min, Anderson Cavalo - que havia acabado de entrar no lugar de Edno - perdeu chance incrível de 'colocar fogo' na partida. Ele recebeu livre, driblou Vanderlei e, já sem goleiro, bateu na trave. O time do interior ainda criou outras oportunidades, mas falhou no último passe e na finalização, facilitando assim a vida do Santos que, mesmo sem muito esforço, chegou ao 25º jogo sem derrotas na Vila e seguiu vivo na busca pelo bicampeonato estadual.

DESTAQUES
Fim de tabu!
O Santos não vencia o São Bento há trinta anos. A última derrota do time interior havia acontecido no dia 5 de março de 1986, na Vila Belmiro. Desde então, o São Bento havia acumulado duas vitórias e sete empates diante dos alvinegros.

Menosprezo?
Lucas Lima fez quatro ou cinco embaixadinhas ao receber uma bola no segundo tempo, com o placar em 2 a 0 a favor do Santos.

Perto da oitava finalFoi a oitava semifinal seguida do Santos no Campeonato Paulista. Nas últimas sete edições, o time da Vila Belmiro alcançou a decisão do Estadual.

O MELHOR
Vitor Bueno
Decidiu a partida. Abriu o placar com um golaço e depois mostrou faro de artilheiro para marcar o segundo.

O PIOR
Edno
Com o São Bento criando pouco, quase não apareceu no jogo. Acabou substituído logo no começo do segundo tempo.

Uol

Nenhum comentário: