No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 23 de março de 2016

Sem astros: clássico contra São Paulo vira decisão para reservas do Santos

Ricardo Oliveira e Lucas Lima, com a Seleção, e Thiago Maia, Zeca e Gabriel, com a equipe olímpica, abrem espaço para jogadores que não têm tantas oportunidades

Uma boa atuação no clássico contra o São Paulo, por si só, já é importante para o Santos, que vem de empate com o Rio Claro, fora de casa. A ausência de cinco dos principais jogadores do Peixe, porém, faz com que o jogo deste domingo, às 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, ganhe ainda mais importância para os substitutos.

Ricardo Oliveira e Lucas Lima, com a Seleção, e Thiago Maia, Zeca e Gabriel, com a equipe olímpica, não estarão em campo na 12ª rodada do Campeonato Paulista. O técnico Dorival Júnior, então, terá de utilizar jogadores que não costumam ter tantas oportunidades, já que os cinco selecionáveis atuam sempre que estão à disposição.

Provável substituto de Lucas Lima, Rafael Longuine é um dos exemplos. Contratado pelo Santos depois do Paulistão do ano passado, o meia não conseguiu se firmar e é reserva. Neste domingo, diante do rival, deve ter a oportunidade de ser titular em sua posição de origem – às vezes, ele atua mais recuado, não na armação das jogadas.

Como Ricardo Oliveira, Lucas Lima, Thiago Maia, Zeca e Gabriel dificilmente são desfalques, a não ser quando são convocados, os substitutos consideram o clássico contra o São Paulo uma decisão.

Jogadores do Santos convocados para as seleções (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

– Sabemos da importância que esses jogadores da Seleção têm, mas estamos motivados. Quem entrar tem de estar motivado para dar conta do recado. Sabemos da importância que temos. Cabe a quem for entrar realmente estar motivado para buscar espaço futuramente – explica Rafael Longuine.


Alison é outro que deve ter chance na função em que se destacou nas categorias de base do Peixe: como volante. No último domingo, ele foi titular, mas como lateral-direito. Contra o São Paulo, o Menino da Vila deve entrar no lugar de Thiago Maia, que ganhou sua posição no início de 2015, depois de uma grave lesão no joelho direito.

Sabemos da importância que esses jogadores da Seleção têm, mas estamos motivados
Rafael Longuine
Na lateral esquerda, Caju deve ganhar a vaga de Zeca e ser titular após mais de oito meses. O garoto é considerado uma promessa das categorias de base do Alvinegro, mas não conseguiu se firmar no profissional e foi ultrapassado pelo companheiro que está na Seleção olímpica. 

Já no ataque, a briga é mais acirrada. Joel, único centroavante no banco de reservas, jogará no lugar de Ricardo Oliveira. O substituto de Gabriel, porém, ainda está indefinido: Lucas Crispim, Paulinho, Patito Rodriguez e Neto Berola são as opções do técnico Dorival Júnior. O meia Vitor Bueno também pode entrar e alterar o esquema santista. 

Fato é que todos encaram o clássico deste domingo, pelo Paulistão, como uma grande oportunidade. Patito e Berola, por exemplo, têm contrato apenas até o fim de maio e início de julho, respectivamente, e precisam convencer Dorival de que merecem ficar. Paulinho pertence ao Flamengo e está emprestado ao Santos apenas até o fim do ano – para ficar, precisa agradar.

O treinador ainda não esboçou o time que deve ser titular contra o São Paulo, porque os jogadores se reapresentaram no CT Rei Pelé apenas na última terça-feira – na semana passada, o Santos venceu o XV de Piracicaba por 1 a 0 em jogo antecipado da 11ª rodada.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: