No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 6 de março de 2016

Santistas celebram volta das vitórias e veem time 'sempre forte' nos clássicos

GAZETA PRESS
Lucas Lima e Renato elogiaram desempenho da equipe neste domingo

Os jogadores do Santos deixaram o gramado da Vila Belmiro satisfeitos com o 2 a 0 sobre o Corinthians no segundo clássico do ano, que marcou o reencontro com as vitórias após o tropeço diante do Red Bull Brasil. Para os atletas, o triunfo serviu para apagar algumas críticas de que a frustrada saída de Ricardo Oliveira teria deixado o ambiente no vestiário conturbado.

"Se houve qualquer tipo de comentario quanto a nosso vestiario, sobre o pastor Ricardo, qualquer jogador aqui, é muito injusto. Nosso grupo tem um ambiente maravilhoso, todo mundo se gosta, somos um grupo de amigos. Uma derrota aqui poderia colocar tudo em xeque de coisa injusta, criando coisas que não tem. Temos uma equipe forte, precisamos pensar nisso", afirmou o lateral direito Victor Ferraz, que elogiou também o ritmo imposto pelos donos da casa.

"O time jogou muito bem, fizemos uma partida consistente, precisava de uma partida de muita intensidade. Vamos fazer isso dos nossos jogos daqui para frente", continuou o defensor, elogiado pelo primeiro tempo ao marcar o atacante Lucca e chegar bem ao ataque. Além dele, outro que saiu aplaudido da Vila Belmiro foi o volante Renato, apontado como principal responsável pela tranquilidade dada ao time na saída de bola.

"No jogo contra o Red Bull foiram dois erros. Não fizemos o gol também naquela ocasião. Poderia ter sido diferente se saísse na frente. O que eu queria dizer é que o importante foi aqui, em casa, diante do nosso maior rival, conseguir a vitoria", apontou o meio-campista. "Acredito que tenha sido um clássico disputado, mas o Santos fez por merecer", completou.

O meia Lucas Lima, principal articulador das jogadas e que iniciou a do primeiro gol, viu a vitória como uma prova da qualidade do time. "O mérito de jogar bem é da equipe toda. Nosso time sempre cresce em clássicos e está comprovada a qualidade da nossa equipe. Claro que oscilar é sempre normal, mas vamos tentar manter. Aqui na Vila, a gente sabia que no contra-ataque poderia matar o jogo e foi isso que fizemos", concluiu o armador.

ESPN

Nenhum comentário: