No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 1 de março de 2016

Lucas Lima cobra aumento salarial para Ricardo Oliveira no Santos

"Eu acho que o presidente deveria valorizar ele e os outros jogadores, que abrem mão de outras coisas para permanecer", disse o meia, em entrevista no CT Rei Pelé

Ricardo Oliveira ficou muito próximo de ser negociado com o Beijing Guoan, da China, na semana passada. O atacante aceitou a proposta chinesa de salários de mais de R$ 1 milhão, mas o Santos não aceitou liberá-lo, e a janela asiática de transferências fechou na sexta-feira.

O camisa 9 ficou no Peixe e enfrentou o RB Brasil na derrota por 2 a 0, em São José dos Campos no último domingo. Para Lucas Lima, o atacante deveria ser valorizado (financeiramente) pelo presidente Modesto Roma após a permanência.

– Eu acho que o presidente deveria valorizar ele (Ricardo Oliveira) e os outros jogadores, que abrem mão de outras coisas (mais dinheiro) para permanecer – disse o camisa 20, que recusou uma proposta também da China, em dezembro. O valor, segundo ele mesmo, seria de quase R$ 5 milhões por mês. 

A preferência de Lucas Lima é pelo futebol europeu. Destaque do Santos e convocado para a Seleção Brasileira, o meia tem a saída dada como certa na janela internacional de transferências em junho. Ele explica que quer sair "na hora certa".

– Quando todos falaram que eu ia sair, eu permaneci. Tenho de sair no momento certo. Se eu achar que é para sair no meio do ano, vou apresentar a proposta para o presidente. Momento certo para sair tem que ser o conjunto de tudo, novos desafios, proposta boa para o jogador e para o clube, apoio da família... – disse o meia, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Rei Pelé.

Lucas Lima tem contrato com o Santos até o fim de 2017, e a multa rescisória é de 50 milhões de euros. O Peixe tem apenas 10% dos direitos econômicos do atleta. 

Ricardo Oliveira, com dores no joelho direito, não treinou em campo nesta terça-feira. Ele ficou na sala de fisioterapia.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: