No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 9 de março de 2016

Conflitos com a diretoria unem mais atletas e comissão técnica no Santos


A vitória no clássico contra o Corinthians serviu para mostrar que o elenco do Santos está "fechado". O UOL Esporte apurou que comissão técnica e jogadores ficaram mais unidos após os recentes embates com integrantes da diretoria alvinegra.

Os motivos para a insatisfação com a diretoria são muitos, mas o caso Ricardo Oliveira, que não foi liberado para atuar no futebol chinês mesmo pagando R$ 26 milhões do próprio bolso, os recentes atrasos de direitos de imagem e premiações, e a falta de consulta a Dorival Júnior em relação a contratações, são os principais fatos que desagradaram comissão técnica e atletas.

"O problema gera uma alteração, em qualquer um de nós, é normal, correria, negociação. Não é fácil. Isso interferiu diretamente no ambiente do elenco. Atletas gostam muito do Ricardo (Oliveira). Eles têm nele uma referência", afirmou Dorival Júnior.

Há jogadores no Santos que se recusam a conversar com alguns dirigentes e, inclusive, já iniciaram a campanha para demissão de um deles. Além de ser ignorado na contratação de reforços, Dorival também está irritado por saber que o "dirigente rejeitado pelos atletas" deseja trazer Vagner Mancini para o seu lugar.

Na reunião da semana passada, quando o presidente Modesto Roma foi dar satisfação sobre os vencimentos atrasados no CT Rei Pelé, o meia Elano representou o grupo em um discurso e cobrou forte a diretoria santista.

O elenco santista questiona até o fato de o Santos ter vendido o atacante Geuvânio ao futebol chinês e, mesmo assim, não ter pago os direitos de imagem.

Com os mesmos desafetos, comissão técnica e atletas se uniram no Santos. O grupo está fechado em busca de resultados dentro de campo, mas não tem nenhum interesse em estreitar relacionamentos com os dirigentes. 

Por intermédio de sua assessoria de imprensa, o Santos diz que tem um ótimo ambiente de trabalho e desconhece qualquer tipo de problemas envolvendo diretoria, comissão técnica e atletas. 

Uol

Nenhum comentário: