No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Sem vaga na Libertadores, Geuvânio admite pensar em futuro fora do Santos



De olho no mercado estrangeiro, Geuvânio já admite sentar com a diretoria do Santos para conversar sobre a possibilidade de deixar a Vila Belmiro. O atacante diz que nenhuma proposta oficial chegou aos seus representantes, mas a perda da vaga na Copa Libertadores o faz cogitar uma transferência em 2016.

Até o momento, o único clube que teria manifestado interesse no atleta é o chinês Tianjin Songjiang, que conta com o técnico Vanderlei Luxemburgo no banco de reservas. A equipe asiática tem encaminhado um acerto com o ex-são-paulino Luis Fabiano.

"Se for um negócio bom para o Santos e para mim, por que não sentar e conversar?", afirmou Geuvânio. "Quero continuar aqui no ano que vem, mas vou sentar com a diretoria e a minha família para ver o que é melhor para mim e para o time".

O atacante foi um dos convidados do ex-jogador Narciso para participar de um jogo beneficente na Vila Belmiro, nesta quarta-feira. Entre os motivos que o fariam deixar o Santos, Geuvânio apontou a ausência da Libertadores como o principal.

"Realmente, o planejamento era de que nós conseguíssemos a vaga na Libertadores do ano que vem. Não aconteceu, mas eu tenho contrato com o Santos até 2017. Eu estou feliz aqui. Agora tenho férias, vou descansar a cabeça e não me preocupar com essas coisas. Em janeiro começamos tudo de novo. Tenho certeza que aparecerão algumas coisas, mas por enquanto ainda não surgiu nada", disse o atacante.

A Libertadores era uma das esperanças dos dirigentes alvinegros para gerar receita e convencer seus principais atletas a ficarem no clube pelo menos até a metade do ano. Com problemas financeiros, o Santos agora concorda com a venda de ao menos uma de suas estrelas para equalizar o balanço de 2016. Além de Geuvânio, há a possibilidade de o time receber propostas por Lucas Lima e Gabigol nesta janela de transferências.

ESPN

2 comentários:

José Natal Peixoto disse...

É impressionante a incoerência dos atletas do Santos. Primeiro não conseguem classificar o Santos para disputar a libertadores, mesmo com duas chances: brasileiro e copa do Brasil, e depois querem sair porque o timer não se classificou para a libertadores. Por que não fizeram o papel deles em campo?

José Natal Peixoto disse...

Primeiro os atletas do Santos jogaram o ano de 2016 do clube na lata do lixo, por produzirem um futebol medíocre em campo; depois se valorizam pessoalmente e desvalorizam o clube, querendo sair porque não se classificou para a libertadores. Dessa forma, o torcedor pode questionar a ausência do amor pelo clube, a ausência de profissionalismo e até uma certa dose de mercenarismo. Aquele que quiser sair, pois que saia e abra espaço para ataletas mais comprometidos com o clube.