No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Santos envia representante a Arábia e faz reunião decisiva por M. Gabriel



O Santos espera definir nesta terça-feira a "novela" envolvendo o meia Marquinhos Gabriel. Além de enviar uma carta para exercer a preferência de compra, o clube paulista enviou um representante para conversar pessoalmente com os árabes do Al Nassr pela primeira vez. Até o momento, a negociação foi conduzida por e-mails.

A reunião promete ser decisiva, pois a prioridade de compra vence nesta terça (dia 15). Caso o Santos não acerte a contratação de Marquinhos Gabriel, os concorrentes do futebol brasileiro podem ficar com o jogador. O representante do alvinegro praiano deve propor o parcelamento dos 4 milhões de dólares (R$ 15 milhões) exigidos pelos árabes.

O problema é que contrato entre os clubes prevê que o pagamento seja à vista. A carta enviada não garante a compra, ela trata-se apenas de uma espécie de aviso que o Santos pretende investir para ficar com o meia em definitivo.

O clube paulista não tem os R$ 15 milhões e, por isso, torce pela boa vontade dos árabes para que o montante seja parcelado e a contratação concretizada.

Além de comprar Marquinhos Gabriel, a diretoria santista promete pagar um valor considerável de luvas ao meia - montante que seria como um bônus, um pagamento feito por fora do contrato e dos salários para acertar com o time – e um aumento salarial para evitar a concorrência de clubes brasileiros pelo jogador.

Marquinhos Gabriel virou titular da equipe após a chegada de Dorival Júnior. Mesmo com o retorno de Geuvânio, recuperado de uma grave lesão muscular na coxa esquerda, o camisa 31 foi mantido como titular até o fim desta temporada. O treinador, inclusive, declarou que a permanência do meia será a principal contratação do Santos para 2016.

Superação após ser 'quase dispensado'

Marquinhos Gabriel enfrentou problemas de adaptação no primeiro semestre e quase teve seu contrato rescindido. A diretoria até tentou devolver o meia, mas não obteve êxito com os árabes.

Marquinhos Gabriel foi tratado como um "peso" no elenco, pois não correspondia dentro de campo e porque possui salário de R$ 140 mil no clube paulista.

Além disso, o meia teve problemas de relacionamentos com um dos lideres do elenco após uma discussão durante o treinamento no CT Rei Pelé. No entanto, a crise com o companheiro de trabalho já foi superada. Os dois, inclusive, são amigos atualmente.

O fato de Marquinhos Gabriel e Dorival Júnior terem trabalhado juntos no Internacional colaborou para que a sorte do jogador mudasse. O meia teve pouco espaço com os técnicos Enderson Moreira e Marcelo Fernandes. No Campeonato Paulista, ele só atuou sete vezes, a maioria entrando no decorrer do jogo. 

Uol Esporte

Nenhum comentário: