No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Revelação do ano, Gabriel se vê mais maduro e avisa: '2016 promete para o Santos'



Gabriel foi um dos destaques de um Santos que começou o ano com o título do Paulista, caiu a ponto de ficar na zona de rebaixamento e fechou o ano brigando pelo G-4 e pelo título da Copa do Brasil. Mesmo com apenas 19 anos, o atacante lidou bem com tamanha responsabilidade em um clube grande e fechou o ano com 21 gols e nove assistências.

Coadjuvante na campanha do Estadual, ele marcou três vezes, deu três passes e deu boa contribuição para a conquista da taça. Na sequência, porém, a pressão aumentaria, já que ele ganhou mais espaço com a saída de Robinho para o futebol chinês, não se intimidou e mostrou personalidade.

Gabriel fez dez gols e deu quatro assistências na Série A e, na Copa do Brasil, foi o artilheiro ao anotar oito gols - além de ter dado passes para outros dois. O grande desempenho fez ele receber o prêmio "Star Wars: a força despertou", da cerimônia do Bola de Prata, concedido à revelação do futebol brasileiro em toda a temporada.

Levando em conta que o promissor atacante é profissional desde 2013, quando tinha 16 anos, o que permitiu com que sua força despertasse neste ano?

"Acho que a experiência conta bastante, aprendi com meus erros e acertos. O time do Santos foi muito bem. Com o time jogando bem, o individual aparece", declarou o jovem, que também comentou sobre a tarefa de ter herdado a posição de Robinho.

"Pressão sempre vai ter, independentemente da profissão. É uma honra e uma carga muito grande substituir nosso ídolo. Mas cada um é cada um, não tem comparação. Só pude entrar e fazer meu futebol", afirmou.

O futebol bem feito de Gabriel em 2015 permitiu que o Santos se recuperasse de um período difícil no meio da temporada, quando chegou a integrar a zona de rebaixamento. A má fase foi superada após a chegada de Dorival Júnior, que alavancou a equipe e deixa um sentimento esperançoso para a próxima campanha.

"Muito importante (a chegada dele), o Dorival deu consistência ao time, conseguimos criar um vínculo forte que já tinha, mas que tinha dado uma caída. Deu um ânimo a mais. 2016 promete, o Santos chega muito forte em tudo novamente", disse Gabriel.

ESPN

Nenhum comentário: