No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

'O Santos continua', avisa Renato sobre possível saída de Lucas Lima


Volante fez questão de destacar a grandeza da agremiação mesmo com a possível saída do meia

Aos 36 anos de idade, Renato não é apenas experiente no futebol de modo geral. O veterano também é profundo conhecedor do Santos Futebol Clube, que atualmente defende em sua segunda passagem. Por isso, o volante fez questão de destacar a grandeza da agremiação mesmo com a possível saída do meia Lucas Lima.

“A gente sabe que existe essa possibilidade. Até que se confirme, a gente espera que ele continue nos ajudando em 2016. Se sair, a diretoria deve pensar em uma reposição. Mesmo se ele sair, o Santos continua. Vários jogadores vão passar, vão sair, e a gente que fica espera dar alegria para o torcedor”, comentou o jogador em jogo beneficente realizado no Pacaembu.

Lucas Lima já foi pauta até de entrevistas do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, que negou o interesse do clube em contratar o alvinegro. Apesar de evasivo, o conselho de Renato se mantém. “Eles perguntam como é na Europa, e a gente sabe que o sonho de todo mundo é jogar lá fora para fazer seu pé de meia. O conselho nosso é para ficar, mas existe o lado familiar, aquela dependência. A gente respeita, mas espera que eles continuem em 2016”, prosseguiu.

A partida solidária também contou com a presença do garoto Geuvânio, de 23 anos, que vem sendo especulado no Tianjin Songjian, time de Vanderlei Luxemburgo na China. Quanto ao destino desse meia-atacante, o veterano não escondeu a preocupação relacionada a uma vitrine tão alternativa como a chinesa.

“Eu com certeza falaria para ele ficar, sei que tem potencial para chegar à Seleção Brasileira. O Santos tem essa visibilidade, é uma boa vitrine. A gente sabe que aqui é a casa deles, mas tem que pesar a decisão da família. O jogador tem que estar feliz, tem que saber os prós e os contras. A gente torce para que aconteça sempre o melhor para eles”, ponderou Renato.

De acordo com o volante, a derrota na final da Copa do Brasil diante do Palmeiras não deve abater o Santos. Segundo ele, o elenco não pode se esquecer do título paulista conquistado na temporada passada.

“É sempre triste acabar perdendo, mas não é um sentimento de fracasso. A gente fez por merecer chegar na final e, infelizmente, o segundo lugar não conta muito, mas a gente terminou o ano bem. Vamos entrar sérios como sempre, somos os atuais campeões do Paulista. E depois no Brasileiro, com o objetivo maior que é disputar a Libertadores em 2017”, finalizou.

FoxSports

Nenhum comentário: