No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Santos só empata com o Flamengo e é ultrapassado pelo São Paulo


O Santos perdeu o seu lugar no G-4 do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, a equipe paulista empatou em 0 a 0 com o Flamengo, na Vila Belmiro, pela 35ª rodada, e caiu para a quinta posição na tabela. O São Paulo, que derrotou o Atlético-MG por 4 a 2, no Morumbi, assumiu a quarta posição.

O Santos soma agora 55 pontos na tabela de classificação. O São Paulo, com o triunfo, chega aos 56 pontos, em quarto lugar. O Flamengo, por sua vez, tem 48 pontos, em 11º lugar, praticamente sem chances de chegar à próxima Copa Libertadores da América.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo encara a Ponte Preta, no domingo, no Mané Garrincha. No mesmo dia, o Santos visita o ameaçado Coritiba, no Couto Pereira. Esta partida acontecerá com portões fechados, por causa de uma punição imposta ao clube paranaense.

As atenções santistas, porém, estão voltadas para o duelo de quarta-feira, contra o Palmeiras, pela primeira final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro. O segundo clássico, que definirá o campeão, está marcado para o dia 2 de dezembro, no Allianz Parque, em São Paulo.

O jogo

Os primeiros 45 minutos de jogo mostram que Oswaldo de Oliveira realmente conhece bem os santistas com quem ele trabalhou tanto em 2014. Com Guerrero iniciando uma partida no banco de reservas pela primeira vez, o Flamengo adotou uma postura de marcação alta e chegada ao ataque com cinco jogadores muitas vezes. O Santos talvez não esperasse tanta ousadia dos rubro-negros e não conseguiu encaixar seu jogo.

O primeiro lance de perigo veio com Gabriel, em cruzamento rasante que Zeca evitou o gol. Emerson Sheik por pouco não abriu o placar em seguida, após cobrança de escanteio.

A resposta santista veio com Geuvânio, aos 10 minutos. Escalado por causa da ausência do suspenso Lucas Lima, o atleta bateu de longe, bem ao seu estilo, e viu Paulo Victor espalmar.

Mas logo o Flamengo voltou a dominar o ritmo da partida e iniciou um verdadeiro bombardeio para cima do goleiro Vanderlei, que se saiu bem em todos os lances e salvou o Santos da derrota na primeira etapa.

Primeiro, Renato saiu jogando mal e, em contra-ataque, Emerson entrou na área e bateu cruzado. O camisa 1 alvinegro teve reflexo para defender no chão. Um minuto depois, Kayke recebeu lançamento nas costas de Zeca e, cara a cara, encheu o pé, mas também parou no paredão da Vila, que saiu do gol abafando.

A terceira tentativa flamenguista em sequência foi de Gabriel, que tabelou com Pará pela direita e soltou a bomba de fora da área. Nesta, Vanderlei teve de se esticar todo para evitar o gol dos cariocas.

O Santos só respondeu aos 39, em chute de Gabriel da meia lua que subiu demais. Dorival Júnior não parou de gritar, gesticular e tentar arrumar seu time em meio a pressão do Flamengo, mas, não teve jeito. Para alívio dos torcedores do time da casa, o primeiro tempo acabou 0 a 0.

As equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações, mas com posturas diferentes. O Flamengo perdeu o ímpeto de marcar a saída de bola alvinegra e o Santos partiu em busca de exercer seu papel de mandante na Vila Belmiro. Mas, na prática, o jogo ficou menos vistoso, com mais embates no meio de campo.

O Santos tentou de tudo, Gabriel foi quem mais chegou perto de abrir o placar, mas não era noite dos santistas. O Flamengo ainda teve duas chances claras com Guerrero no fim, mas novamente Vanderlei apareceu para salvar o Santos, que, com o empate por 0 a 0, além de deixar o G-4, também acabou com a sequência de 15 vitórias seguidas em seu alçapão.

: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Ivan Carlos Bohn (PR) 
Cartões amarelos: SANTOS: Gustavo Henrique, Thiago Maia. FLAMENGO: Jorge (2), Ayrton. 
Cartão vermelho: FLAMENGO: Jorge. 
Renda: R$ 324.085,00 
Público: 8.071 pagantes

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato (Serginho), Thiago Maia e Marquinhos Gabriel; Geuvânio (Neto Berola), Gabriel (Leandro) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará (Ayrton), César Martins, Wallace e Jorge; Jonas (Canteros), Márcio Araújo, Gabriel e Alan Patrick; Emerson Sheik e Kayke (Guerrero). Técnico: Oswaldo de Oliveira

ESPN

Nenhum comentário: