No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 8 de novembro de 2015

Dorival comemora empate fora após "guerra" e explica saída de Lucas Lima


O treinador lamentou pelas condições do gramado da Arena Joinville, que atrapalharam o rendimento do meia santista, substituído por Alison no intervalo

O empate do Santos em 0 a 0 contra o Joinville, fora de casa, não foi ruim para Dorival Júnior. O técnico do Peixe, assim como Renato e Ricardo Oliveira, acredita que as condições do gramado atrapalharam os planos de seus jogadores e elogia a "valentia" do time na partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador também considera o ponto conquistado na Arena Joinville bom por que o Alvinegro segue no G-4 do Brasileirão, com 54 pontos. O São Paulo, que perdeu nesta rodada para o Cruzeiro, é o quinto, com 53.

– Não jogamos à altura do que gostaríamos, mas é natural pelas dificuldades que enfrentamos no gramado. Não pudemos jogar futebol, foi uma guerra, e a equipe foi valente os 90 minutos. Devido às circunstâncias, o resultado foi importante pela manutenção da posição na tabela. É mais uma rodada atingindo o objetivo – analisou o treinador em coletiva.

Dorival Júnior ainda explicou por que tirou o meia Lucas Lima no intervalo da partida para colocar o volante Alison, diminuindo o poder de criação dos santistas. 

– A área central do campo estava muito mais pesada que as laterais. O Lucas Lima já tinha tomado cartão amarelo e eu tive receio de perdê-lo. Decidi tirar um dos meias para dar uma sustentação maior ao meio de campo, e preferi o Lucas por causa desses motivos – disse.

Depois do empate sem gols com o Joinville, o Santos volta a treinar nesta terça-feira, no CT Rei Pelé, e terá nove dias de preparação antes da partida contra o Flamengo, no próximo dia 19, às 22h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: