No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Santos espera resolver situação de Thiago Maia até a próxima quinta-feira

Clube acredita que contrato pode ser renovado antes da partida contra o Grêmio, marcada para o dia 15, na arena do adversário. Negociações estão em evolução

A novela da renovação contratual do volante Thiago Maia com o Santos pode estar perto de terminar. É nisso, pelo menos, que o Peixe acredita. O superintendente de esportes do clube, Dagoberto Santos, espera colocar um ponto final nas negociações com o garoto de apenas 18 anos, que tem vínculo até fevereiro de 2016, até a próxima quinta-feira.

Rompido com o empresário Juan Figer, que cuida da carreira de Thiago Maia, o Alvinegro terá reuniões com Vanda Maia, mãe do jogador, nos próximos dias. Segundo o dirigente, as conversas estão evoluindo e devem ser concluídas até o jogo contra o Grêmio, no dia 15 (quinta), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, na arena do adversário.

– Sou um eterno otimista. Vou conversar com ele e com a mãe e pretendemos resolver o quanto antes. Eu converso com quem o jogador indica. Se ele fala que é com ele, eu falo com ele. Não sou eu que defino com quem vou conversar – disse Dagoberto Santos ao GloboEsporte.com.

Titular absoluto do time comandado por Dorival Júnior, o volante Thiago Maia virou motivo de disputa nos bastidores do Santos. Atualmente, a carreira do jogador é gerida pelo empresário Juan Figer. O agente tem quatro propostas do futebol europeu pelo jogador (uma delas é do Juventus, da Itália) e vê com bons olhos a possibilidade de negociá-lo na janela de transferências do fim do ano, ou então prorrogar o atual vínculo por apenas seis meses e vendê-lo depois. O volante já pode assinar um pré-contrato com qualquer clube.

O interesse de Thiago Maia, porém, é permanecer na Vila Belmiro. Enquanto isso, um empresário com influência no Alvinegro se aproxima do jogador. Recentemente, o agente, que possui outros atletas no elenco comandado por Dorival Júnior, deu um carro de luxo avaliado em mais de R$ 100 mil ao volante, que recebe apenas R$ 4 mil por mês. O presente foi visto como uma espécie de aliciamento pelos atuais empresários. 

O Santos oferece cinco anos de contrato ao atleta, com aumentos salariais gradativos: R$ 85 mil (primeiro ano), R$ 90 mil (segundo ano), R$ 110 mil (terceiro e quarto ano) e R$ 120 mil (quinto ano), fora o pagamento de luvas (premiação concedida no ato da assinatura).

A postura de Juan Figer durante as negociações, sem responder às propostas ou dar um prazo para o término das conversas, irritou o presidente Modesto Roma Júnior. Em entrevista coletiva, o dirigente disparou contra o empresário, avisou que não conversa mais com ele e disse que Thiago Maia poderia sair do Santos, caso não desejasse renovar.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: