No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Documentos mostram por que Santos não conseguiu 15 milhões de euros com Damião


"Tivemos a proposta. Mas por decisão do jogador, ele decidiu permanecer no Cruzeiro até o fim do ano." No fim de agosto de 2014, foi assim que o empresário de Leandro Damião, Vinícius Prates, explicou um negócio frustrado entre o atacante e o Olympique de Marselha, da França.

Documentos divulgados pelo projeto "Football Leaks", contudo, contradizem o agente. Segundo mensagens enviadas pelo clube francês ao Santos, ex-equipe de Damião, a indefinição sobre o pagamento de luvas ao atacante e ao próprio Prates foi o que travou a contratação.

Em uma primeira mensagem, enviada no dia 30 de agosto de 2015, a um dia do fechamento da janela de transferências europeia, o Olympique apresentou uma proposta de 15 milhões de euros (R$ 60 milhões, na época) por Damião, em valor seria pago em três parcelas anuais iguais.

Em seguida, no dia 3 de setembro, Philippe Perez, CEO do Olympique, voltou a se corresponder com Modesto Roma Jr, presidente santista. A mensagem é aparentemente uma tréplica - a resposta do clube brasileiro não foi divulgada - e informa o porquê da não concretização do negócio.

"Entramos em contato com o agente do jogador muitas vezes a 48 horas do fim do mercado, mas ele insistiu que o jogador não tinha contrato com o Santos, em virtude de uma disputa judicial porque seu clube não o pagou, e ele ganhou na Justiça o direito a cancelar o contrato."

"Então, para seguir com a transferência, ele pediu, para ele e o jogador, uma quantia igual a um mínimo de oito milhões de euros como luvas. Obviamente, o Marselha não sabia se essa informação era correta e por isso enviamos uma oferta oficial ao Santos", explica o documento.

A indefinição acontece porque, em primeira instância, Damião conseguiu na Justiça a liberação de seu contrato com o Santos, em virtude de atrasos salarias. Em setembro, porém, o atacante teve negado o pedido para que fosse liberado imediatamente, mantendo, assim, seu vínculo.

Com o negócio fracassado após o fechamento da janela de transferência, Perez acrescentou que o Olympique deve fazer nova investida na próxima oportunidade de negócios na Europa, em janeiro.

"O Marselha está interessado em contratar o jogador, e acredito que estaremos de novo na próxima janela, então nos mantenham informados sobre qualquer novidade na situação do jogador", encerra a segunda mensagem do CEO do Olympique ao presidente do Santos.

Desde a última terça-feira, 29/9, o "Football Leaks" tem divulgado, na internet, diversos contratos de jogadores e treinadores de futebol, muitos deles com o envolvimento do grupo Doyen Sports, que fez parte, por exemplo, do negócio que colocou Damião no Santos, no final de 2013.

ESPN

Nenhum comentário: