No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 20 de setembro de 2015

David Braz pede punição ao árbitro após vermelho: "Por que fui expulso?"

Zagueiro reclama por ter recebido o vermelho de Flávio Rodrigues Guerra na derrota para o Corinthians por 2 a 0. Árbitro relata ofensas em súmula da partida


David Braz deixou a Arena Corinthians revoltado com a sua expulsão após a derrota do Santos por 2 a 0. Excluído da partida por Flávio Rodrigues Guerra após o pênalti cometido por Zeca em Vagner Love, o zagueiro apontou o erro do árbitro e pediu punição da Comissão de Arbitragem da CBF.

– O jogo estava equilibrado até o pênalti. Sofremos um pouco de pressão, o que é normal, pois aqui é difícil jogar contra o Corinthians. Aí sofremos o gol no pênalti e fica a dúvida: por que ele marcou o pênalti? Quem fez o pênalti? Por que eu fui expulso? Ele não sabe. Ninguém sabe quem marcou. No começo, o juiz fez sinal de que nada aconteceu e depois teve a ideia de marcar. Todo mundo tem as imagens, espero que STJD e CBF possam ver, analisar, para que a justiça seja feita. Assim como eles punem a gente, têm de punir os árbitros também – cobrou.

Minutos antes, também na zona mista, o lateral Zeca admitiu aos microfones que cometeu a penalidade em Vagner Love. A cobrança foi também pela expulsão equivocada do colega.

Na súmula, Flávio Rodrigues Guerra relatou que Braz foi expulso por reclamar da marcação do pênalti. Veja a descrição da expulsão do zagueiro:

– Expulso com cartão vermelho direto por, após a marcação de um pênalti contra sua equipe, vir em minha direção gesticulando de forma acintosa e ofensiva proferindo as seguintes palavras: "você está louco", "contra o Corinthians é assim mesmo", "vai se f..., não foi pênalti", "você vai ver, vocês vão ser punidos", sendo que em ato contínuo gesticulou de forma acintosa em direção ao assistente número 1, proferindo as seguintes palavras: "vocês estão loucos, não foi pênalti". Após ser expulso, ao sair do campo de jogo, e passar em frente à área técnica do Corinthians, desentendeu-se com o técnico do Corinthians, sr. Adenor Leonardo Bachi, sendo contidos por integrantes das duas equipes.

Globoesporte.com

2 comentários:

alemao disse...

vai espera oque desses filho de puta e essa imprenca puxa saco desse timinho. Tao louco pra da a taca pro gambas. esses arbitros tem q levar uns pes no ouvido. So prejudicam o santos fc.

clayton disse...

Chego a pensar que o futebol nao é mais confiavel ..ta tudo arrumado..como foi em 2005