No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 20 de setembro de 2015

Árbitro relata ofensas de santistas expulsos em clássico com Corinthians


O árbitro Flávio Rodrigues Guerra justificou na súmula do confronto as expulsões de David Braz e Werley, defensores do Santos, no confronto contra o Corinthians em Itaquera, que terminou com vitória dos donos da casa por 2 a 0. De acordo com o juiz, os dois zagueiros ofenderam a arbitragem e, por isso, receberam cartão vermelho. 

Muito contestado, o cartão vermelho de David Braz, o mais contestado pelos jogadores do time praiano, foi levantado após muita confusão. Primeiro, o árbitro marcou corretamente pênalti em Vágner Love, apontado por um assistente. Na sequência, também após indicação do auxiliar, foi em direção ao zagueiro santista e expulsou o atleta de campo. 

A confusão aumentou porque quem fez o pênalti, na verdade, foi o lateral Zeca. De acordo com David Braz, o árbitro chegou a lhe comunicar que ele teria sido expulso por ter feito o pênalti, o que seria errôneo. Não foi a justificativa dada por Guerra na súmula do confronto. 

"Expulso com cartão vermelho direto por, após a marcação de um pênalti contra sua equipe, vir em minha direção gesticulando de forma acintosa e ofensiva proferindo as seguintes palavras: 'você está louco', 'contra o Corinthians é assim mesmo', 'vai se f..., não foi pênalti', 'você vai ver, vocês vão ser punidos", sendo que em ato contínuo gesticulou de forma acintosa em direção ao assistente número 1, proferindo as seguintes palavras: 'vocês estão loucos, não foi pênalti". Após ser expulso, ao sair do campo de jogo, e passar em frente à área técnica do Corinthians, desentendeu-se com o técnico do Corinthians, Sr. Adenor Leonardo Bachi, sendo contido por integrantes das duas equipes", relatou o árbitro na súmula do duelo. 

Já a expulsão de Werley, que estava no banco de reservas, ocorreu ainda no primeiro tempo. O defensor reclamou de um amarelo oferecido a Marquinhos Gabriel por desentendimento com Ralf, levou amarelo e seguiu reclamando. Nem o vermelho parou o zagueiro, que ainda desferiu um empurrão no quarto árbitro do confronto. A ação foi relatada pela arbitragem e pode gerar suspensão ao atleta. 

"Expulso por, após advertido com cartão amarelo no banco de reservas, proferir as seguintes palavras para o quarto arbitro: 'vai tomar no c... dele', 'car...', 'vai se f...', 'por que ele não deu cartão amarelo para os dois', 'vai tomar no seu c...', 'p..., é muita sacanagem', sendo que após ser expulso foi em direção ao quarto árbitro e o atingiu com um empurrão em suas costas", descreveu. 

Apesar de admitirem o pênalti, os santistas contestaram bastante a expulsão de David Braz. A súmula do confronto em Itaquera demorou a sair: enquanto a do duelo entre Goiás e Joinville, duelo que começou no mesmo horário, já estava disponível no site da CBF às 13h30 (de Brasília), a do clássico só foi disponibilizada por volta das 15h20. 

Uol Esporte

Nenhum comentário: