No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Thiago Maia se reinventa e elogia postura de promessas da base


"Os garotos que sobem (da base), sobem bem treinados, focados. Me espelho por serem humildes e jogarem muito", disse o volante

A cabeça de área do Santos viveu uma grande metamorfose nesta temporada. O time começou com Alison dono incontestável da posição, depois viu Valencia assumir o posto, Lucas Otávio ganhar a vaga e até Paulo Ricardo jogar no setor, improvisado. Agora, já em agosto, Thiago Maia aparece como o candidato com maiores chances de terminar o ano à frente da zaga santista.

As boas apresentações do volante de 18 anos já fazem Dorival exigir mais do jogador durante os jogos e Thiago se diz pronto para surpreender.

“No sub-20 e no profissional, eu não era de subir, fazer gol e dar passe. O Dorival me deu liberdade e estou chegando mais no gol. Tenho e não sabia que tinha (essa qualidade), que era chegar perto do gol. Espero fazer meu primeiro gol no profissional”, explicou, empolgado com a boa fase.

Thiago Maia foi um dos destaques da equipe na vitória em cima do Corinthians por 2 a 0. O placar deixou o Peixe próximo das quartas de final da Copa do Brasil, mas, rendeu muitos elogios em função da maneira como o time se portou em campo.

“Futebol não se joga só com um jogador. Se não fosse a equipe toda compacta e na marcação, não ia conseguir fazer o que fiz”, disse a aposta do Peixe, dividindo os méritos em uma partida quase perfeito no setor defensivo.

Aliás, a zaga do Santos já foi a pior do Campeonato Brasileiro. Atualmente, é a quinta mais vazada. Porém, o time levou apenas três gols nos últimos oito jogos. A estatística vale desde que Dorival Jr assumiu o time. E além de Thiago Maia, o treinador resolveu apostar em zeca e Gustavo Henrique. Outros que surgiram das categorias de base e tem ajudado o Peixe a crescer e sair de vez da parte de baixo da tabela.

“Eu e o Zeca jogamos juntos desde o sub-20, na Copa do Brasil. Era bem acostumado. O Gustavo, foi no profissional (que o conheci). Os garotos que sobem (da base), sobem bem treinados, focados. Esses dois jogadores tenho como exemplo dentro e fora do campo. Me espelho por serem humildes e jogarem muito”, contou o volante.

“Santos não podia ter ficado nessa situação. Uma hora, a chave ia virar. Pela tradição e elenco, não podia ficar. Demorou muito para sair”, assumiu.

Invicto há sete jogos, o Peixe recebe o Avaí neste sábado, às 18h30, na Vila Belmiro. Thiago Maia não sabe se joga, assim como os outros titulares. Com o desgaste grande nas últimas partidas e o clássico na próxima quarta, contra o Corinthians, válido pela parte de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, Dorival pode poupar alguns atletas.

FoxSports

Nenhum comentário: