No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Promoção de recém-chegado do 'time B' dá esperanças a Jean Chera no Santos



O meia Jean Chera voltou ao Santos após peregrinar por diversos clubes desde que deixou o alvinegro praiano há quatro anos. O atleta foi contratado com salário modesto e contrato curto, de quatro meses, para atuar na equipe sub 23, uma espécie de time B do clube paulista.

No entanto, a promoção do recém-chegado ao sub 23, o meia Victor Frezarin, ex-Botafogo-SP, ao time principal do Santos, comandado por Dorival Júnior, dá esperanças a Chera de ganhar uma oportunidade no time de cima.

Victor Frezarin chegou para reforçar o time do técnico Kleyton Lima, ex-Sereias da Vila e que comando o sub 23, em julho deste ano, mas já treina com o elenco profissional desde a última terça-feira.

Além de ver o companheiro ganhar uma oportunidade na equipe profissional, Jean Chera foi informado por seus representantes que Dorival está focado na contratação de um meia-armador. O treinador quer um substituto imediato para Lucas Lima.

"Estamos observando tanto o sub 23 como sub 20. Sempre trabalhei dessa forma. Eles terão oportunidades. Se mostrarem, pode ter certeza que a oportunidade vai aparecer", afirmou Dorival Júnior.

"Nem o Victor em definitivo [promovido]. Demonstrando o que foi visto nos primeiros trabalhos, a tendência é permanecer", completou.

Jean Chera volta ao Santos com um salário de apenas R$ 920 mensais. Ordenado é bastante "humilde" se comparado as cifras que o meia pediu para renovar contrato com o clube paulista há quatro anos. 

Na ocasião, o ex-presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro dispensou o jogador após não aceitar pagar os R$ 120 mil mensais de salário pedidos pelo estafe do atleta. 

Chera está fora de forma e, por isso, terá que correr contra o tempo para mostrar que pode ficar no clube e ser utilizado por Dorival Júnior na equipe principal. 

Desde que deixou o Santos em 2011, Jean Chera viu sua carreira entrar em declive. O meia defendeu, sem sucesso, Flamengo, Atlético-PR, Cruzeiro, Oeste e Cuiabá, além de clubes desconhecidos na Romênia e na Grécia 

Em sua primeira passagem pelo Santos, Chera chegou ao clube com apenas 10 anos de idade. O meia recebia tratamento vip no clube, era apontando como o "próximo Neymar" e chegou a receber R$ 20 mil de salário mensal nas categorias de base do time da Vila Belmiro. Agora, Chega volta ao clube para fazer uma espécie de teste e lutando contra o fim de sua carreira.

Uol Esporte

Nenhum comentário: