No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Com Dorival, ataque do Santos vira arma letal e um dos melhores

Depois de acertar a defesa, técnico Dorival Júnior transforma o setor ofensivo em alma e arma do Peixe, que tem o quarto melhor ataque do Brasileirão. Média de aumentou

Na teoria, o técnico Dorival Júnior não gosta de comparações com o time do Santos que comandou em 2010, estrelado por Neymar, Robinho e Ganso. Na prática, devido ao atual sucesso do setor ofensivo do Peixe, é inevitável não fazer o comparativo.

Fato é que, no Santos de 2015, o ataque é a alma do time e principal arma da equipe ajustada pelo novo treinador. Com os números, a evolução do setor ofensivo, formado por Lucas Lima, Geuvânio, Gabigol e Ricardo Oliveira é notória.

Com a chegada do técnico, foi possível melhorar a média de gols em apenas cinco jogos. Até então, o Peixe tinha média de 1,16 gols por partida no Brasileirão. O time comandado por Dorival Júnior tem média de 2,6 tentos por partida.

Comparações a parte, o comandante alvinegro admite que sua filosofia de jogo, independente da situação do time na tabela, é ofensiva e em prol do ataque. Ou melhor: dos gols.

– Eu sempre vejo futebol dessa maneira. Acho que futebol é ter equipe organizada em campo, mas acima de tudo, tentando produzir. Eu já tive equipes em que brigamos por títulos e foi assim, e tive equipe em que brigamos contra o rebaixamento e continuou assim. Eu não abro mão dessa condição porque acredito nesse futebol. – explica Dorival em entrevista exclusiva ao LANCE!.

Não à toa, nos últimos quatro jogos do Santos, só os homens de frente balançaram as redes. Sob o comando de Júnior, o zagueiro David Braz foi a exceção, pois deixou sua marca logo na estreia do técnico.

Com a melhora de produção, o Alvinegro tem um dos melhores ataques do Campeonato Brasileiro, além de ter o artilheiro da competição (Ricardo Oliveira, com dez gols), o Peixe chegou a ter o melhor ataque, atrás apenas de Atlético-MG, Sport e Palmeiras até a última rodada, concluída na noite de domingo.

Para o bom funcionamento do “quarteto fantástico”, apelido usado por parte da torcida nas redes sociais, o restante da equipe também consegue se destacar servindo os atacantes. Os laterais Victor Ferraz e Zeca, por exemplo,têm duas assistências cada um. Fato novo no time.

Na quarta-feira, a próxima vítima do ataque santista será o Vasco, na Vila Belmiro.

lancenet

Nenhum comentário: