No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Sem reforços estrangeiros, Santos 'resgata' lateral da Itália



A diretoria do Santos trabalha em várias "frentes" para reforçar o elenco, mas fracassou em quase todas as negociações até o momento. Com o fechamento da janela de transferências internacionais para contratações no Brasil, a cúpula alvinegra não teve tempo para concluir algumas transações, entre elas, o lateral direito Buffarini, do San Lorenzo.

A maioria das decepções foi causada por falta de verba. O Santos está em crise financeira e voltou atrasar em dois meses os direitos de imagem do elenco.

Por conta disso, restou ao clube paulista comemorar o retorno do lateral esquerdo Emerson Palmieri, que estava emprestado ao Palermo, da Itália, e deve se apresentar ao técnico Dorival Júnior entre quinta e sexta-feira, no CT Rei Pelé.

O retorno de Palmieri foi aprovado por Dorival, que pediu a contratação de laterais para a diretoria santista. O treinador perdeu Cicinho, negociado para o Ludogorets, da Bulgária, e Chiquinho, que sofreu grave lesão na coxa direita. Além disso, os jovens Daniel Guedes e Caju não agradam muito ao treinador.

A diretoria santista acreditava que o Palermo faria questão de contratar Palmieri em definitivo, fato que não ocorreu. Em crise financeira, a cúpula alvinegra já havia até "costurado" a transação. O Santos possui 70% dos direitos econômicos do lateral e estava disposto a negociar 50% com os italianos.

O clube paulista havia fixado a venda dos 70% em 3 milhões de euros [aproximadamente R$ 10 milhões]. Assim os santistas ficariam R$ 7 milhões, equivalentes aos 50%, além de permanecer com 20% dos direitos do jogador.

Emerson Palmieri tem 21 anos e possui contrato com o Santos até dezembro de 2018. O lateral, que também atuava como volante e zagueiro nas categorias de base do Santos, realizou apenas oito jogos pela Lazio.

Além de Buffarini, do San Lorenzo, o Santos iniciou negociações com Eduardo Vargas, do Napoli, da Itália, Barcos, ex-Palmeiras e atualmente no Tianjin Teda, da China, Fernando Gago, do Boca Juniors, Osvaldo, ex-Boca, Souza, do Queens Park Rangers, da Inglaterra, e Fábio Braga, filho de Abel Braga e que estava atuando no CSMS Iasi, da Romênia. Nenhuma delas foi fechada. 

Uol Esporte

Nenhum comentário: