No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Mesmo com pior defesa, Santos não abre mão de 'DNA ofensivo'


Com o gol de Leandro Pereira, que acabou decidindo a vitória palmeirense no clássico de domingo, o Santos chegou a 22 gols sofridos no Brasileirão. É a pior defesa do campeonato ao lado do Vasco. Nestas circunstância, muito se pensa sobre a possibilidade de o time campeão paulista deixar de lado, pelo menos momentaneamente, o famoso ‘DNA ofensivo’ e fechar a ‘casinha’ até conseguir tomar fôlego na zona de rebaixamento.

Dorival Jr, porém, já avisou que não abre mão de jogar para frente, independentemente da situação de aflição. “Acredito, no futebol, na ofensividade. Sou muito sincero com vocês, em todas as equipes que já passei, mesmo com times na zona de rebaixamento, buscamos o gol, o resultado. Posso até pecar em alguns instantes, mas vejo futebol dessa maneira. Time acovardado não é o meu estilo”, disse o comandante alvinegro.

Antes mesmo de Dorival Jr chegar ao Peixe, Marcelo Fernandes já era adepto da proposta de manter a ofensividade em qualquer situação. No último domingo os três atacantes santistas não foram capazes de furar o bloqueio do rival, no Allianz Parque. Geuvânio e Gabriel acabaram substituídos por Neto Berola e Nilson, respectivamente, mas receberam o afago do treinador.

“Eles têm a liberdade de movimentação, independente do Geuvânio estar pelo lado direito ou esquerdo. Eu dei toda a liberdade. É natural que o Geuvânio, em razão dos últimos jogos (caia pela direita), mas hoje (domingo) ele foi muito bem marcado. O Gabriel fez uma movimentação perfeita, criando algumas oportunidades. Isso tudo está sendo trabalhado e bastante, com muita intensidade”, comentou Dorival.

Para o próximo compromisso, domingo que vem, frente ao lanterna Joinville, na Vila Belmiro, Dorival Jr não terá Ricardo Oliveira e Neto Berola, ambos suspensos pelo acúmulo de cartões amarelos. Vale lembrar que antes, na quarta, também em casa, o Peixe encara o Sport no segundo jogo do confronto que define quem avança às oitavas de final da Copa do Brasil. O alvinegro praiano está em desvantagem, já que perdeu o primeiro jogo, na Ilha do Retiro, por 2 a 1.

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: