No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Goiás goleia o Santos e dá 'despedida amarga' para técnico campeão paulista


O último jogo do técnico Marcelo Fernandes no comando do Santos não poderia ter sido pior para o treinador, que ganhou projeção ao ser campeão paulista pelo alvinegro praiano deste ano. O Goiás goleou o time paulista por 4 a 1 nesta quarta-feira, no estádio Serra Dourada, em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, e empurrou de vez o adversário para a zona de rebaixamento.

Marcelo Fernandes foi para o jogo sabendo que seria a sua última partida no comando, já que a diretoria santista tem reunião decisiva nesta quinta-feira para fechar a contratação de Dorival Júnior, que brilhou no comando do Santos no início da "geração Neymar e Ganso" em 2010. Com a goleada sofrida, Fernandes sequer conseguiu colocar uma dúvida na cabeça da diretoria santista.

O Santos perdeu com diversas falhas dos "pratas da casa". Lucas Otávio fez pênalti infantil no primeiro gol, Thiago Maia perdeu a bola que originou o terceiro, e Daniel Guedes cabeceou a bola para trás e deixou Bruno Henrique, livre, que cruzou para Carlos Eduardo fechar o placar. No final do jogo, Neto Berola sofreu pênalti e Ricardo Oliveira marcou o gol de honra do alvinegro praiano. 

Primeiro tempo
O Goiás teve mais oportunidades de abrir o marcador na primeira etapa. O meia Liniker arriscou dois chutes, mas parou em boas defesas do goleiro Vanderlei. O Santos não conseguiu arrumar a marcação e deu bastante espaço aos atacantes Bruno Henrique e Carlos Eduardo. A equipe santista saiu apenas nos contra-ataques. Gabriel Barbosa abriu bastante espaço para receber as bolas dos meias Rafael Longuine e Longuine. O camisa 10 teve uma boa chance de abrir o marcador, mas não obteve êxito na finalização.

Segundo tempo
O Goiás abriu dois gols de vantagem antes dos dez minutos. Lucas Otávio fez um pênalti infantil e Felipe Menezes cobrou para fazer 1 a 0. O segundo gol veio quatro minutos depois, com Fred. O zagueiro pegou o rebote de uma falta bem cobrado por Diogo Barbosa para ampliar o placar. 

O Santos sofreu um "apagão". Antes dos 20 minutos, o Goiás fez mais dois gols. Felipe Menezes aproveitou falha de Thiago Maia, roubou a bola e chutou de fora da área para marcar o terceiro gol. O quarto gol saiu após falha de Daniel Guedes, que cabeceou a bola para atrás. Bruno Henrique dominou e cruzou na cabeça de Carlos Eduardo, que fez o gol. No final da partida, Neto Berola sofreu pênalti e Ricardo Oliveira diminuiu para o Santos.


Uol Esporte

Nenhum comentário: