No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 6 de junho de 2015

Modesto sai em defesa de Fernandes e nega pressão para demiti-lo


Em entrevista, presidente do Santos reclama da falta de pontaria do time no empate em 2 a 2 com a Ponte Preta, na Vila: "Não matou o jogo quando tinha de matar"

Com o Santos há cinco jogos sem vencer, entre Brasileirão e Copa do Brasil, a torcida parece ter perdido a paciência e vaiou o time após o empate em 2 a 2 com a Ponte Preta, na noite deste sábado, na Vila Belmiro. Muitos criticaram o técnico Marcelo Fernandes, que assumiu como interino durante o Paulistão, mas acabou sendo efetivado e conduziu a equipe ao título estadual.

Em entrevista à Rádio Globo, o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, saiu em defesa do treinador. Ele negou que haja pressão interna para demiti-lo e também que já tivesse feito uma sondagem ao técnico da Ponte, Guto Ferreira.

– Estaria tudo bem se tivesse vencido. Há um desacerto, o time fez um bom primeiro tempo, mas não matou o jogo quando tinha de matar – disse Modesto, lamentando as muitas chances perdidas de gol.

– O momento é de total tranquilidade, não tem porque perder tranquilidade neste momento. Ele (Marcelo Fernandes) não deu nenhum passe errado, não perdeu nenhum gol, não armou nenhum contra-ataque para a Ponte, não foi o culpado – completou o dirigente.

Modesto foi questionado se há pressão no Comitê de Gestão para que Marcelo Fernandes seja demitido. O presidente afirmou que não.

– No Comitê de Gestão, não. Estamos todos muito unidos, não há nenhuma pressão. Os membros são pessoas de somatória, não são de pressão. Estamos para somar e defender os interesses do clube.

O presidente santista negou ter feito sondagem a Guto Ferreira.

– O Santos não sondou o treinador da Ponte, até porque seria de uma deselegância sondar numa véspera do do jogo. Não fizemos e não faríamos isso.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: