No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 28 de junho de 2015

Internacional sofre, mas vence Santos com golaço de Valdivia



Com um golaço de Valdivia, o Internacional sofreu, mas venceu o Santos por 1 a 0 na noite deste domingo (28), no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da vitória, os donos da casa não tiveram tantas chances e chegaram a ver o rival finalizar mais na etapa inicial. 

O time paulista foi ao Sul do país com a estratégia de se defender, viu o adversário ficar mais com a bola no pé, mas sempre sem tanto poder ofensivo. O excesso de jogadas pelos lados, com D'Alessandro e, mais para frente, com Valdivia, fez os gaúchos ficarem mais previsíveis, facilitando a marcação adversária. Os santistas, por sua vez, foram incisivos quando tinham a bolas nos pés e até finalizaram mais no primeiro tempo, mas não fizeram o suficiente para abrir o placar.

Restou para o Internacional abrir o placar na última parte do jogo, com Valdivia, aos 31 minutos do 2º tempo. O meio-campista bateu falta lateral, aproveitou que Vladimir esperava o cruzamento, e fez um golaço.

O resultado faz os gaúchos subirem um pouco na tabela e chegarem aos 13 pontos, na 10ª colocação. A equipe da Baixada Santista, por sua vez, fica com 10 pontos, três à frente da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Internacional encara o Sport, às 19h30 de quarta (1), em Recife. Já o Santos joga às 21h do dia seguinte, diante do Fluminense, no Maracanã. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 SANTOS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 28 de junho de 2015, domingo

Horário: 18h30 (de Brasília)

Público pagante: 22.495 (total de 26.143)

Renda bruta: R$ 618.895

Árbitro: Dewson Freitas Silva (Fifa-PA)

Assistentes: Rodrigo Corrêa (Fifa-RJ) e Celso Luiz da Silva (MG)

Cartões amarelos: David Braz, Lucas Otávio e Neto Berola (SAN); Jorge Henrique, Lisandro López e William (INT)

Cartão vermelho: David Braz (SAN)

Gol: Valdivia, aos 31 minutos do 2º T


INTERNACIONAL: Alisson (Muriel); William, Ernando, Alan Costa e Alan Ruschel (Valdivia); Rodrigo Dourado, Anderson, Jorge Henrique e D'Alessandro; Nilmar (Rafael Moura) e Lisandro López

Técnico: Diego Aguirre


SANTOS: Vladimir, Daniel Guedes (Caju), Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio, Thiago Maia e Lucas Lima; Geuvânio (Marquinhos Gabriel), Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira

Técnico: Marcelo Fernandes

FASES DO JOGO 
1º Tempo
O Internacional tentou exercer a pressão para mostrar que estava em casa, mas o Santos mostrou uma estratégia perfeita para jogar no contra-ataque. Mesmo com pouco menos de 40% de posse de bola, a equipe finalizou dez vezes na primeira etapa, o dobro dos donos da casa. Os gaúchos exploravam muito D'Alessandro pela direita. Foi por ali que o argentino alçou bola na cabeça de Ernando, que acertou o travessão. Os primeiros 45 minutos, no entanto, terminaram no empate sem gols. 

2º Tempo
O segundo tempo teve mais do mesmo visto no primeiro. O Santos jogou no contra-ataque e mostrava muita consistência, rapidez e pontaria para chegar ao gol de Muriel em poucos passes. Por isso, mesmo sem ter tanto a bola, conseguiu incomodar bastante a zaga adversária. O Inter insistiu nas jogadas pelos lados e precisou de uma falta para abrir o placar. Valdivia bateu falta do lado de campo, viu Vladimir esperar o cruzamento e ser enganado. Um golaço do meio-campista que voltava de lesão. 
Uol Esporte


Nenhum comentário: