No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Após Oswaldo, Comitê do Santos ganha força e quer explicações sobre Robinho



A guerra entre os dirigentes do Santos cresce a cada dia nos bastidores da Vila Belmiro. Após barrar a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira na semana passada, o Comitê Gestor, até então chamado de figurativo no clube, ganhou força contra o presidente Modesto Roma.

Integrantes do Comitê pretendem, agora, participar de todas as decisões expressivas do Santos. E para mostrar que não está blefando, o colegiado vai exigir explicações da proposta que o mandatário santista fez ao atacante Robinho antes dele se apresentar a seleção brasileira que disputa a Copa América, no Chile.

O Comitê Gestor alega que não tem nenhuma informação da oferta entregue por Modesto Roma, e seu vice-presidente, Cesar Conforti, a advogada e representante do atleta, Marisa Alija.

O colegiado está respaldado pelo estatuto do clube, que prevê que qualquer decisão importante seja aprovada por eles. O Comitê teme que o mandatário comprometa as finanças do Santos para segurar Robinho e, por isso, quer evitar "qualquer loucura" na transação.

A última proposta da cúpula alvinegra a Robinho prevê três anos de contrato e contém quatro vertentes. O atleta e seu estafe do atleta ainda estudam a "complexa oferta".

Robinho não receberá reajuste salarial, mas terá seu salário milionário mantido caso assine a renovação – R$ 700 mil de direitos de imagens e o restante na CLT [Consolidações das Leis de Trabalho].

O salário milionário será mantido, pois a diretoria santista propôs diluir as luvas pedidas por Robinho em seu ordenado mensal. Até intermediárias serão pagas ao jogador como espécie de bônus no novo acordo.

Como a proposta é complexa, Robinho também pode ganhar um pouco menos de R$ 1 milhão, pois a oferta santista contém um acordo de produtividade. No mínimo, o atleta receberia R$ 850 mil na Vila Belmiro em alguns meses de contrato.

A diretoria do Santos está confiante na renovação, pois acredita que o atleta não possui nenhuma outra proposta. Robinho recusou uma oferta milionária do futebol árabe. O valor oferecido pelo clube do exterior, não revelado, supera os números que o clube paulista quer pagar ao jogador.

No entanto, Robinho recusou a proposta oficial após um pedido de sua esposa, Vivian, que está grávida de seu terceiro filho. Principalmente por causa da gestação, a "família" decidiu não aceitar a oferta tentadora. O Cruzeiro voltou a manifestar interesse pelo atacante após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, mas não superou a oferta milionária santista.

Uol Esporte

Nenhum comentário: