No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 12 de maio de 2015

Robinho acerta rescisão com o Milan e fica livre para negociar com o Santos


Jogador e italianos entram em acordo para encerrar contrato em julho, ao final do empréstimo com o Peixe, que acaba 30 de junho. Outros clubes querem o jogador

O atacante Robinho entrou em um acordo com o Milan na última segunda-feira e antecipou o fim de seu contrato com o clube. Como o jogador está emprestado ao Santos até 30 de junho, seu vínculo com os italianos, que ia até o meio de 2016, será encerrado no dia 1º de julho de 2015, apesar de a rescisão já ter sido assinada pelas duas partes no início desta semana.

Após a data, o jogador estará livre para fechar com qualquer equipe, inclusive com o Alvinegro, já que não terá mais vínculo com os europeus. A rescisão foi confirmada pela advogada e representante do Rei das Pedaladas, Marisa Alija.

– É verdade – disse, sem entrar em detalhes, ao GloboEsporte.com.

O contrato de Robinho com os italianos iria até 30 de junho de 2016. Por isso, o Santos precisava convencê-los a ficar com o atleta. O Milan, porém, ciente do desejo do jogador, que quer permanecer no Brasil, aceitou liberá-lo. Após Robinho assinar a rescisão, o clube europeu precisa protocolar o documento em até 10 dias.

Agora, a missão do Peixe para manter o ídolo é mais simples. Sem o Milan pela frente, os santistas precisam "apenas" quitar os direitos de imagem atrasados do jogador e entrar em um acordo financeiro para que um novo contrato, desta vez definitivo, seja firmado.

A vontade do Rei das Pedaladas é ficar na Vila Belmiro, mas ele quer, também, garantias de que será pago em dia. Atualmente, o Santos tem cerca de sete meses de débitos com o jogador.

Sem saber da novidade, o presidente Modesto Roma Júnior viajou à Itália na última segunda-feira para tentar se acertar com o Milan e garantir a extensão do contrato de empréstimo de Robinho. Com a rescisão, porém, a ida à Europa perde sentido, já que os italianos não respondem mais pelo atleta.

Quando voltar ao Brasil, o dirigente santista deve se reunir com Marisa Alija para acertar a permanência do atacante. O desejo do camisa 7, de seguir no Peixe, é um grande aliado dos dirigentes. Há outros clubes interessados no futebol do jogador.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: