No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Missionário: Berola quer fazer jus a nome bíblico e substituir Robinho

Atacante chama-se Sosthenes e briga por uma vaga no ataque do Peixe enquanto o camisa 7 estiver com a Seleção Brasileira. Ao LANCE!, ele fala como prefere jogar

Na Bíblia, Sóstenes foi um dos apóstolos de Jesus, que tinham importantes missões. No Santos, Sosthenes, ou melhor, Neto Berola, que carrega o mesmo nome bíblico de seu avô, brigará por uma vaga no elenco para fazer outra tarefa importantíssima: substituir Robinho enquanto o camisa 7 estiver disputando a Copa América com a Seleção Brasileira.

– Tem grandes jogadores para substituir o Robinho, mas se eu for o escolhido, vou tentar fazer gols, dar o meu melhor e ajudar – declarou, ao LANCE!, o novo “missionário” do Peixe, apresentado ontem.

Com contrato até o fim do Paulistão de 2016, Berola, que está emprestado pelo Atlético-MG, é visto pela diretoria como o grande reforço para o Campeonato Brasileiro.

Atacante rápido, ele empolgou o técnico Marcelo Fernandes e, assim que adquirir bom condicionamento físico, deve ser testado no time. A despedida de Robinho será neste domingo, quando o Santos receberá o Sport. Depois disso, o Rei do Drible só deverá retornar em julho – se acertar um novo contrato com o Peixe.

Mesmo não tendo sido aproveitado no Galo, o novo camisa 40 do Peixe estava treinando e continuou sua preparação no CT Rei Pelé, onde está hospedado desde a última sexta-feira. Portanto, forma física não será obstáculo. Já a ansiedade...

– Tenho muita vontade de jogar, mas vai depender do Marcelo também. Se ele achar que estou pronto, e espero que ache isso, vai dar certo!

Ciente de que não será fácil a missão se firmar no time, o baiano de 27 anos lembra de outros desafios da carreira, como reprovações em testes em clubes de futebol e até dos trabalhos como comprador de cacau e em um supermercado. Fé e trabalho não faltarão ao Missionário.

- Bate-bola com Neto Berola, atacante do Santos, ao LANCE!:

Você ficou marcado por sua velocidade. Como prefere atuar?
Posso jogar pelos dois lados, mas prefiro a esquerda, foi por onde me destaquei mais. Mas estou à disposição para jogar de outra forma.

Na Bíblia, Sóstenes era um dos discípulos que tinha a missão de ”espalhar” a palavra de Jesus. E você, que tem o mesmo nome, quais missões já teve na carreira?
Tive grandes desafios. Saí de um clube pequeno, fui para o Vitória e depois vendido em um ano. Fiz gols no Atlético-MG, alguns importantes como contra o Santa Fé e contra o Botafogo, na virada por 4 a 3 no Brasileiro. Ajudei o time, tive uma boa passagem por lá. Espero fazer o meu melhor.

Quais são suas recordações da Vila Belmiro e do Santos quando teve de enfrentar o clube?
Lembro que a torcida apoiou bastante, quero que isso aconteça comigo também. No Horto a torcida fica perto também, estou acostumado com isso.

Lancenet

Nenhum comentário: