No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Após auditoria, Santos decide processar Neymar, pai e Barcelona


Presidente do Peixe, Modesto Roma Júnior, fez pronunciamento nesta sexta-feira para explicar a ação judicial. Clube acredita que saiu prejudicado na negociação com o Barcelona

O Santos enviou uma demanda arbitral à Fifa devido à venda de Neymar ao Barcelona (ESP). A inteção do Peixe é ser ressarcido porque acredita que recebeu menos do que teria direito na negociação. A notificação enviada à entidade máxima do futebol citou os nomes de Neymar da Silva Santos, o pai do jogador, e Neymar Júnior, o ex-camisa 11 do Alvinegro e atual da Seleção Brasileira.

Na época da transação, o Peixe liberou os direitos federativos do atleta para o clube catalão por 17,1 milhões de euros e tem direito a mais 2 milhões de euros caso Neymar seja finalista da Bola de Ouro da Fifa.

Na Justiça da Espanha, chegou-se a conclusão que os valores da compra do ídolo santista chegaram a 83.371 milhões de euros. Portanto, o Santos quer ser ressarcido, mas nem os advogados, nem a comissão fiscal do Conselho Deliberativo sabem se o Alvinegro terá direito a diferença do valor ou outra quantia a ser especificada.

Primeiro, a ação vai tramitar na Fifa. Lá, o Barcelona terá 20 dias para se posicionar. Depois da decisão, a parte que perder poderá recorrer no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), que terá 20 dias para dar um veredito, que será dado por três juizes do órgão. 

PRESIDENTE DO SANTOS CHORA EM PRONUNCIAMENTO

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, anunciou a ação em um pronunciamento convocado nesta sexta-feira. Antes mesmo de detalhar o processo, o mandatário alvinegro foi às lágrimas e afirmou que o Santos não demanda contra o ídolo.

- Não estamos demandando contra o ídolo, e sim em prol do Santos Futebol Clube. Precisamos ressarcir o clube. O Santos considera que Barcelona, Neymar e a empresa ocorreram violações do contrato de transferência e reclama uma indenização.

- O Santos pretende obter indenização pelos danos causados. O Santos fará uso de todas as vias legais - concluiu.

O CASO

Neymar foi vendido para o Barcelona em maio de 2013. Na época, o valor que estipulado para o Santos receber girava em torno de R$ 65 a 74 milhões. 

Posteriormente, o ex-presidente do clube catalão, Sandro Rossel, deixou o cargo. Na Justiça espanhola, o Barcelona (ESP) está sendo investigado por ter pago valores maiores do que o divulgado.

O time catalão ainda pode ser condenado a pagar 11,4 milhões de euros (R$ 39,1 milhões) como indenização por responsabilidade civil. A autoridade tributária pede também pede uma pena de dois anos e três meses de prisão para Bartomeu e de seis anos e nove meses para Rosell, por crimes fiscais na contratação de Neymar.

Pelo Santos, Neymar conquistou três Campeonatos Paulistas, entre 2010 e 2012. Em 2013, foi vice, perdendo a final para o Corinthians.

Em outubro, a empresa dos pais de Neymar, a N & N Consultoria Esportiva Empresarial Ltda, recebeu do Barcelona 10 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões na cotação atual e R$ 22,4 na cotação da época, segundo o pai do craque) seis dias antes da final do Mundial de Clubes entre Peixe e Barcelona, vencido pelos blaugranas.

Lancenet

Nenhum comentário: