No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Santos ouve goleiros e aguarda fim do Estadual para definir contratação


Peixe quer um 'goleiro para o banco' para substituir o titular Vanderlei

Com a lesão do goleiro titular Vanderlei, que passou por uma cirurgia na face após dividida com o atacante Rildo, da Ponte Preta, em partida válida pela 12ª rodada do Paulistão, o Santos quer contratar mais um jogador para a posição.

Como o tempo para a volta de Vanderlei aos gramados é uma incógnita, já que conta com efeitos imensuráveis, como a confiança do atleta, e o atual titular, Vladimir, tem tido boas atuações, o Peixe quer um "goleiro para o banco" - experiente e que não se importe em disputar posição no banco de reservas.

Há três nomes na mira e a diretoria santista quer definir a contratação na próxima semana, após a final do Campeonato Paulista diante do Palmeiras - Henal, do São Bento, Renan Rocha, ex-Botafogo-SP e Roberto, ex-XV de Piracicaba. Todos os nomes não têm contrato e viriam de graça ao Santos.

Henal, 30 anos, tem contrato até 27 de maio, e não acertou renovação do seu contrato com o São Bento, em que é ídolo da torcida com mais de 100 partidas disputadas. O jogador saltou aos olhos do Peixe em empate por 2x2 na Vila Belmiro, quando fez várias defesas, e impediu a vitória santista. Henal tem passagens por diversos clubes do interior paulista, como Penapolense, Inter de Limeira e Rio Branco. 

Já o experiente Roberto, 35 anos, disputou o Paulistão pelo XV de Piracicaba. Seu contrato terminou após a última rodada da primeira fase do Estadual. O camisa 1 tem passagens por clubes como Vasco, Criciúma e Ponte Preta, em que foi vice-campeão da Copa Sul-Americana em 2013.

O terceiro nome é o de Renan Rocha, 28 anos, titular do Botafogo-SP no Campeonato Paulista. O time de Ribeirão Preto se classificou à segunda fase do Campeonato Paulista, e foi eliminado nas quartas de final pelo Palmeiras. O goleiro foi revelado pelo Atlético-PR e atuou nas categorias de base do Santos entre 2000 e 2001. 

Além da contratação de um goleiro, o Alvinegro, mesmo sem dinheiro em caixa, busca um zagueiro, um volante, um meia e o atacante. A alternativa é negociar com jogadores sem contrato, caso do meia Rafael Longuine, ex-Grêmio Osasco Audax, primeiro reforço para o Campeonato Brasileiro.

Contatado, o Santos, via assessoria de imprensa, reafirma a política de não falar sobre qualquer negociação em andamento, mas, confirma a intenção em contratar um goleiro.

A Tribuna On Line

Nenhum comentário: