No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Palmeiras que se cuide! Santos tem 'invencibilidade assustadora' na Vila



Atletas, comissão técnica, diretoria e torcida até comemoraram a derrota do Santos diante do Palmeiras por 1 a 0 no último domingo, no Allianz Parque, no jogo de ida da final do Campeonato Paulista. Todos deixaram o estádio confiando que o alvinegro praiano pode reverter à vantagem do rival na Vila Belmiro, neste domingo, dia 3.

Se depender do retrospecto do Santos na Vila Belmiro, atuando pelo Campeonato Paulista, os palmeirenses podem começar a se preocupar. São 34 jogos de invencibilidade no alçapão santista pelo Estadual.

A última derrota foi justamente contra o Palmeiras, em 2011, quando os santistas perderam por 1 a 0, pouco antes de o técnico Muricy Ramalho assumir o cargo em que ficou até o primeiro semestre de 2013.

"Na Vila o torcedor vai nos empurrar, não vamos ser campeões nos 15 primeiros minutos, temos que fazer o que estamos fazendo, fazer pressão no Palmeiras. Pensar no primeiro e depois no segundo gol", afirmou o volante Renato.

Mesmo em crise financeira, a diretoria do Santos abriu mão de uma renda maior no Pacaembu, Morumbi e nas Arenas construídas para a Copa do Mundo para atender ao pedido dos jogadores, que escolheram a Vila Belmiro, pois confiam no retrospecto santista em seu estádio.

"O presidente nos procurou para saber e escolhemos a Vila, ali nos sentimos bem, vamos reverter os números, vamos em busca do título. Vamos brigar com o Palmeiras para ser campeão", disse.

O vexame contra o modesto Ituano, quando o Santos perdeu o título paulista do ano passado após preterir a Vila e escolher o Pacaembu como palco da final, serviu de lição para a nova diretoria do Santos. Dirigentes, comissão técnica e jogadores não queriam cometer o erro da antiga diretoria, liderada pelo então presidente Odílio Rodrigues.

Na ocasião, a cúpula santista ignorou o fato de a equipe santista ter chegado à final do Paulista com 100% de aproveitamento na Vila.

"Ano passado tivemos a infelicidade de perder o titulo lá [Pacaembu]. Em um clássico o Santos tem que mandar o jogo no seu campo, o Santos tem que prevalecer", afirmou Marcelo Fernandes.

Os associados já esgotaram a carga de ingressos na última segunda-feira. Os santistas estão confiantes, pois confiam na volta de Robinho na grande final. O atleta sofreu uma lesão de grau 1 na coxa esquerda e desfalcou o time no Palestra Itália. Além disso, a derrota por 1 a 0 foi considerada "magra" e reversível pelo alvinegro praiano.

O Santos precisa vencer por dois gols de diferença para conquistar o título paulista. Caso vença por um gol de diferença a decisão será disputada nos pênaltis. Empate garante o título ao Palmeiras.

Uol Esporte

Nenhum comentário: